| Transformers: A Vingança dos Derrotados | Mais uma sequência estragada por exagero de ação

ads_transformers2_0206  Máquina Mortífera: o vilão Fallen arrebenta o Egito

Quando eu vi o primeiro pôster de Transformers: A Vingança dos Derrotados, que mostrava o novo vilão Fallen, eu fiquei muito animado, queria ver o filme, esperando que esse personagem fosse demais.Não só isso, uma das razões que me fez gostar do primeiro filme, foram as doses de humor, principalmente as que são voltadas para Shia LaBeouf e seus pais.Infelizmente, doses exageradas de ação, erros de continuidade e algumas “semelhanças” com outros filmes, ajudam a derrotar esse filme.

 Na trama, se passaram dois anos após os eventos do primeiro filme, os Autobots agora trabalham escondidos com o Governo Americano.Mas a ameaça do robô Decepticon Fallen para conseguir vingança, coloca o futuro do planeta em risco, e os Autobots recorrem mais uma vez a Sam Witwicky, agora na faculdade.

 Eu sei que não podemos esperar uma grande história de um filme de ação como esse, mas era melhor deixar com uma história mais simples, do que tentar complicar tudo.Os personagens (humanos) estão de volta, mas não tem a mesma aura divertida e simpática do que no primeiro.Shia LaBeouf continua me fazendo rir, mas seu desenvolvimento do primeiro filme para esse não é muito claro.Os robôs também estão de volta e os impressionantes efeitos visuais e sonoros estão ainda melhores.O problema é que na cena da batalha no Egito (que cansa de assistir), muitos robôs são parecidos e alguns são simplesmente insuportáveis, em especial os gêmeos, que só irritam.Outro erro: O vilão principal, o tal do Fallen aparece pouco.Eu esperava que o filme girasse em torno dele, ou que ele ao menos, oferecesse um pouco de trabalho para os mocinhos, como fez Megatron (que, aliás, esta de volta) no filme anterior.

 Tem mais: que idéia é essa de colocar um robô disfarçado de humana? A cena, que felizmente dura pouco, parece uma mistura estranha de “O Exterminador do Futuro” com “A Experiência”.Sem falar que o Megatron trata Fallen da mesma forma que ocorre com os vilões de “Star Wars” e seus mestres e aprendizes.E finalizando o parágrafo, tem uma cena em que Sam simplesmente aparece com a mão enfaixada.Eu sei que o ator sofreu um acidente e teve de enfaixar a mão, mas não dava pra inserir esse ferimento no roteiro, do que simplesmente mostrá-lo com a mão enfaixada no meio do deserto?

 Falando do lado positivo, o filme possui seus alucinados efeitos visuais perfeitos, que são usados em dose alta nas cenas de ação.O começo do filme até que foi muito bom: mostrar que os Transformers já haviam estado na Terra em 17.000A.C. mostrá-los trabalhando com o exercito.Os pais de Sam merecem destaque na cena em que visitam a faculdade do filho, onde sua mãe fica completamente drogada.

 Resumindo é um filme regular,  muito inferior ao seu anterior, pra ver o que a overdose de cenas de ação fazem com um filme que prometia ser inesquecível.O diretor Michael Bay exagerou um pouco e deveria ter mostrado mais o vilão Fallen.Mas a diversão e o humor estão aí.Espero que a franquia tenha uma terceira parte para não terminar a saga com o pé esquerdo.

Nota: 5,5

Assisti: No Cinema

Data: 27/06/09

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: