| Bravura Indômita | Western dos Coen é mais uma Obra-prima


Era uma Vez no Oeste: Dois grandes personagens, duas grandes performances

Os irmãos Coen são conhecidos por diversos fatores, os predominantes sendo o constante cinismo na trama e a mistura de gêneros e subgêneros (é difícil “rotular” um longa da dupla), alcançando um resultado único. Esses fatores – mesmo que mais contidos – estão em Bravura Indômita, nova adaptação do livro de Charles Pottis, que joga o espectador em uma empolgante aventura à moda antiga.

Ambientada no Velho Oeste dos EUA, a trama acompanha a jovem de 14 anos Mattie Ross (Hailee Steinfeld) que pretende vingar a morte de seu pai, contratando o excêntrico federal Rooster Cogburn (Jeff Bridges) e inciando uma caçada ao assassino (Josh Brolin).

Mesmo que os fatores característicos, abordados no início do texto, não estejam em cena o tempo todo, ainda é um filme dos irmãos Coen. O humor negro e sarcástico é presente tanto no geniral roteiro (assinado pelos dois) quanto na direção, que inclue longos takes em silêncio e coadjuvantes bizarros (o que dizer do capanga que faz sons animalescos?); sempre levando à conclusão de que o filme não se leva a sério o tempo todo.

Assim como o federal Cogburn, a quem Jeff Bridges presta um trabalho sensacional; adotando um sotaque característico, o personagem é impagável e divertidíssimo, agindo quase como uma criança, mas com um toque de seriedade dentro de si. Sua presença em cena só é rivalizada pela verdadeira “criança” do filme, a jovem Hailee Steinfeld que preenche Mattie Ross com uma vivacidade e energia contagiantes, sempre apresentando determinação em suas falas; Melissa Leo (O Vencedor) come poeira perto da atriz mirim, que injustamente foi indicada ao Oscar como Atriz Coadjuvante, quando na verdade é a protagonista do filme.


O Oscar de Melhor Fotografia para Roger Deakins é obrigatório

Matt Damon também faz bem como o Texas Ranger LaBoeuf, rendendo boas discussões com Cogburn e diálogos de afeto com Mattie. Josh Brolin aparece pouco, mas compõe o assassino Tom Chaney com um ar de monstruosidade (ele até engrossa a voz) e impressiona.

Fotografado com talento pelo experiente Roger Deakins, o longa oferece uma paisagem mais sublime do que a outra, predominando tons pasteis e a luz do sol, apesar de as cenas noturnas serem igualmente caprichadas, dando força em especial ao inesquecível clímax. A estatueta já escapou de suas mãos 9 vezes, mas não vencer dessa vez seria injusto…

Bravura Indômita é uma grande diversão e uma aventura com emoção genuína, do tipo que Hollywood raramente consegue realizar. Os Coen focam-se na trama, sem se preocupar com em distorcer o gênero e acrescentam mais uma obra-prima à sua filmografia.

Leia esta crítica em inglês (english)

Anúncios

6 Respostas to “| Bravura Indômita | Western dos Coen é mais uma Obra-prima”

  1. […] Recuperando um espírito aventureiro a muito não visto, o faroeste dos irmãos Coen é empolgante e divertido, surpreendendo por suas reviravoltas e o perfeito trabalho em conjunto do elenco. Repleto de humor negro e ação, Bravura Indômita é um filme inesquecível e com potencial de clássico. Crítica […]

  2. […] O faroeste dos irmãos Coen é um dos melhores filmes de sua impecável filmografia. Com um elenco arrasador, uma trama empolgante e com ritmo frenético, Bravura Indômita é uma aventura genuína e divertida como poucas. Em Blu-ray, tudo fica ainda melhor (especialmente a ótima fotografia de Roger Deakins). Um dos melhores filmes do ano. Crítica […]

  3. Lucas, eu assisti ao filme original há muito tempo atrás e lembro pouco dele, só lembro de que gostei bastante.
    Também não assisti a esta nova versão, mas os irmãos Coen são garantia de diversão.
    O que se pode dizer sobre eles é que são sérios na medida certa e conseguem acertar em cheio (Onde os Fracos Não Tem Vez não tem trilha sonora… Caraca maluco, oque é isso?).
    Valeu a dica e até a próxima.

    • Lucas Nascimento Says:

      Caramba verdade, agora q percebi que Onde os fracos não têm vez nao tem trilha sonora… Heheh, sim eles sabem ser sérios quando querem.

      Abrax

  4. […] Gleeson (Bravura Indômita, Questão de […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: