| Piratas do Caribe – Navegando em Águas Misteriosas | A franquia começa a afundar

 

PIRATES OF THE CARIBBEAN - ON STRANGER TIDES
London Calling: Jack Sparrow entra numa fria maior ainda na cidade do Rei

Navegando em Águas Misteriosas (cujo título eu detesto) é o primeiro filme da franquia Piratas do Caribe que não conta com a direção de Gore Verbinsky. E os problemas começam por aí; mesmo que pontualmente divertido e agrádavel, a quarta aventura do capitão Jack Sparrow é de longe o pior deles.

Na trama, o Capitão Jack Sparrow parte para uma expedição em busca da mística Fonte da Juventude, em companhia de sua ex-namorada Angelica (a sexy Penelope Cruz) e do cruel pirata Barba Negra (Ian Mcshane), ao mesmo tempo em que o capitão Barbossa (Geoffrey Rush) tenta alcançá-los.

Mesmo com a fragilidade narrativa de No Fim do Mundo (que exagera nas subtramas e reviravoltas), o novo filme consegue ser ainda inferior, começando pelo fraco roteiro de Ted Elliott e Terry Rossio, que – desde a campanha de marketing da produção – não conseguiu me animar. Em diversos momentos da trama, o clima é levado pela monotomia, como se nada de relevante (ou interessante) estivesse acontecendo, mesmo que soltem umas boas piadas. Se o terceiro filme era comprido e confuso, este é simplesmente sem graça, por não introduzir elementos fantásticos tão fascinantes como, por exemplo, Davy Jones e The Flying Dutchman; o máximo que temos dentro desse conceito são as sereias que, além de belíssimas, mostram-se uma boa adição à trama.


O casal Phillip e Syrena entram no lugar de Will e Elizabeth, com resultados frustrantes

Carece também de personagens… Claro, Johnny Depp se salva com seu sempre divertido e cara-de-pau Jack Sparrow, mas os novos rostos são difíceis de simpatizar. Penelope Cruz está linda e carismática como Angelica e Geoffrey Rush continua bem como Barbossa. Do outro lado, Ian Mcshane faz muita cara de mau como Barba Negra, mas a personalidade maldosa é definida mais por suas ações do que pela performance do ator(que saudade do Bill Nighy). E qual a lógica de trocarWill e Elizabeth (Orlando Bloom e Keira Knightley) pelos artificiais e mal explorados Phillip e a sereia Syrena (Sam Claflin e a lindíssima Astrid Berges-Frisbey) como núcleo romântico?

O diretor Rob Marshall também não ajuda. Com uma direção absolutamente simples, mas sem personalidade alguma, o cineasta especializado em musicais raramente acerta. Carente de imaginação nas medianas cenas de ação (a melhor delas sendo uma perseguição com carruagens) e com descontrole no tom, apesar de eu ter que admitir seu eficiente trabalho na cenas das sereias, onde a tensão criada é aterradora.

Com mais centenas de milhões de dólares de orçamento, a parte técnica do filme é excelente mas, retomando o que eu comentei sobre o roteiro de Elliott e Rossio, não temos muitos cenários interessantes como os dos filmes anteriores – a maior beleza encontra-se em locações reais. Os efeitos visuais são bacanas e a trilha sonora de Hans Zimmer ganha uma vibrante contribuição mexicana: a dupla Rodrigo y Gabriela, cujas composições traduzem a personalidade (e nacionalidade) de Angelica. Temos também o 3D que, mesmo narrativamente descartável, é pontualmente divertido.

Piratas do Caribe – Navegando em Águas Misteriosas mostra que a franquia já está cansando – o próprio terceiro filme começou a desandar -, mesmo que Jack Sparrow continue sujeito divertido de sempre. Não vejo problema em uma quinta aventura, mas seria necessário um diretor muito mais talentoso e um roteiro mais empolgante. Há muito mais lendas pelos sete mares do que apenas sereias…

Obs: Como de costume na franquia, há uma cena pós-créditos bem divertida…

4 Respostas to “| Piratas do Caribe – Navegando em Águas Misteriosas | A franquia começa a afundar”

  1. Exatamente o que eu esperava do filme, mesmo assim quero ver Jack Sparrow mais um vez…

  2. To curtindo seu blog massa continue 🙂

  3. vcs sao idiotas esse e o melhor filme que ja teve da saga.trrrrrroxxxas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: