| Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 | O Fim de uma Era


O Confronto final: Harry Potter enfim confronta seu destino

Já fazem 10 anos desde que vimos pela primeira vez o inesquecível leque de personagens e conceitos da saga Harry Potter que, de lá para ca, emplacou 8 filmes de extremo sucesso comercial e lançou ao mundo três atores que ficariam imortalizados como seus protagonistas. Agora, com Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2, o diretor David Yates encerra o jogo magistralmente.

Partindo exatamente do fim da Parte 1, a trama continua a busca de Harry, Rony e Hermione pelas horcruxes que poderão ajudar a destruir Lord Voldemort. A caçada os leva de volta à Hogwarts, onde Potter deverá confrontar seu destino e salvar o mundo da magia.

É admirável o feito do diretor David Yates. Encerrar uma das franquias cinematográficas de maior sucesso de todos os tempos não é uma tarefa fácil, mas o cineasta cumpre o serviço da melhor forma possível. Um pouco menos ‘europeu’ (na Parte 1 percebe-se o uso excessivo da câmera tremida), Yates dá pulso à trama e suas excelentes sequências de ação (sua dinâmica continua admirável, como no momento em que uma varinha parte-se internamente); dando o foco e atenção necessário a cada um dos personagens e trazendo de volta aos holofotes alguns coadjuvantes – como por exemplo a professora McGonagall (Maggie Smith) que ganha grande destaque na projeção.

Mas o longa é mesmo sobre Harry e a conclusão de sua história. Melhor do que nunca, Daniel Radcliffe aprimora seu trabalho no retrato do jovem bruxo, transformando-o em um adulto já preparado e consciente de seu objetivo, que é derrotar o terrível Voldemort (Ralph Fiennes, ainda mais perverso). Rony e Hermione também têm seu momento (sim fãs, a enrolação romântica terminou) e seus intérpretes (Rupert Grint e Emma Watson) continuam carismáticos e agradável como sempre.


A Vida e as mentiras de Severo Snape: o complexo personagem tem sua história revelada

Quem se sobressai porém, é Alan Rickman com seu Severo Snape. Com toda sua dramática história revelada (a dúvida quanto a sua lealdade é finalmente resolvida), o trabalho fantástico do ator merece ser revisitado e analisado com atenção desde o início da saga, o que mostra a complexidade do personagem. E não posso deixar de mencionar Helena Bonham Carter… Na pele de uma de minhas personagens favoritas (a pirada Bellatriz Lestrange), a atriz rende um divertido momento envolvendo a poção polissuco…

E dizer que a trama ficou mais sombria é desnecessário, porque você já sabe disso… Em termos de visual, a fotografia de Eduardo Serra acerta por mostrar c0m eficiência e estilo a destruição do castelo de Hogwarts, assim como em uma memorável visita ao banco Gringotes e uma maravilhosa sequência que eu não devo mencionar para evitar estragar certas surpresas…

Com efeitos visuais infinitamente melhores e bem aplicados na batalha de Hogwarts, o longa ainda tem a excelente trilha sonora de Alexandre Desplat, que adiciona temas mais épicos e pesados do que seu trabalho na Parte 1. A montagem equilibra bem os personagens em meio à ação e o design de produção surpreende por apresentar a profundidade de certos ambientes (o banco Gringotes) e trazer de volta velhos conhecidos (no caso, a Câmara Secreta).

É ao mesmo tempo de tristeza e satisfação os sentimentos que acompanham o espectador ao fim de Relíquias da Morte Parte 2. Tristeza pelo fato de uma maravilhosa saga de dez anos de existência ter chegado ao fim, e satisfação por ter sido de uma forma emocionante e inesquecível, beirando a perfeição.

Um feito mágico que dificilimente alguma outra franquia vai ser capaz de alcançar.

Obs: O 3D convertido, pelo menos na sessão IMAX, é decente e funciona bem nos momentos certos, o que deve garantir uma bilheteria bilionária ao filme…

Anúncios

6 Respostas to “| Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 | O Fim de uma Era”

  1. Giovanna Penteado Says:

    PERFEITO *-*

  2. Nossa para o filme é uma merda….não tem porra nenhuma a ver com o livro, é só pra arrecadar dinheiro, mudaram completamente a história, os únicos filmes que prestam de Harry Potter são os dois primeiros e o terceiro se salva por pouco…

  3. Enfim mais um blockbuster que termina, deixando uma era de inocência para dar lugar ao futuro de atores verdadeiros, Alan Rickman, realmente roubou a cena de Daniel R., quem diria que a escritora teve uma grande ideia para o desfecho da morte de Dumbledore, ninguém imaginava isto, que aconteceu!Vai ficar na saudade… Ou se você que esta lendo este texto, tiver os filmes para rever e comentar entre os amigos…vai ser uma atitude muito boa!

  4. […] Um dos melhores filmes da saga (a dúvida sobre qual é o Potter definitivo me assombrará eternamente), Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 é uma conclusão magistral para uma das franquias mais bem sucedidas de todos os tempos. Misturando todos os momentos épicos da grandiosa batalha de Hogwarts com emocionantes tramas paralelas e ótimas atuações, o resultado é mais que satisfatório. Crítica […]

  5. […] Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2 […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: