| Cowboys & Aliens | Mistura de gêneros rende diversão genuína


Só faltou o George Lucas: Daniel Craig explora uma nave alienígena escondida no Velho Oeste

Você pode esperar e imaginar diferentes coisas vindo de um filme cujo título envolve caubóis e alienígenas. Pode parecer uma terrível ideia ou algo que só funcione no papel e, realmente, é uma premissa complicada de ser por em prática. Por isso a surpresa quanto a Cowboys & Aliens, que mistura os dois gêneros com eficiência e garante uma genuína diversão-pipoca.

A trama, que o título já deixa bem clara, mostra uma invasão alienígena em uma cidade mineradora do Velho Oeste, colocando em foco o estranho Jake (Daniel Craig) que acorda sem memória e com um misterioso bracelete em seu braço, precisando redescobrir seu passado e ajudar a população a combater os hostis invasores.

Estou realmente surpreso quanto ao resultado do longa. A mistura dos gêneros western e ficção científica funciona deliciosamente bem, principalmente no primeiro ato ao seguir uma fórmula clássica do estilo Clint Eastwood, com um misterioso forasteiro chegando a cidade e suas intenções ficarem escondidas do público. Excelente a ao tomada faroeste, contando também com genuína direção de arte e figurinos da época – acertando na ambientação, portanto. Já os alienígenas entram de forma interessante (sempre rotulados como demônios) e surreal, com um design de criaturas memorável – algo que o pessoal do departamento de criaturas vêm pecando nos últimos anos – mas não tão satisfatória e bem trabalhada quanto a do western.

O diretor Jon Favreau parece ter aprendido a fórmula do bom blockbuster, em decorrência de seu trabalho no ótimo Homem-de-Ferro e enche o longa de empolgantes cenas de ação, efeitos visuais convincentes e uma bem-vinda dose de humor. Todos os atributos chegam a ofuscar o péssimo roteiro de Roberto Orci, Alex Kurtzman, Damon Lindelof, Mark Fergus e Hawk Ostby (pudera, tantos roteiristas juntos raramente gera bons resultados), que cria diálogos pavorosos (clichês do tipo”Você sabe quem você é. Só precisa se lembrar” são constantes) e reviravoltas toscas – a pior delas envolvendo a personagem de Olivia Wilde. Mas Favreau salva o jogo com sua boa direção, contando também com um elenco bem entrosado.

Daniel Craig incorpora o básico estilo durão no papel de Jake, mas adiciona o essencial elemento de mistério (como a cena em que se opõe ao delinquente Percy) ganhando a admiração do público. Com energia sempre contagiante, Harrison Ford faz do Coronel Dolarhyde um sujeito sem escrúpulos e até perigoso, mas com grande bravura e coração; tornadas bem evidentes pela expressões de Ford. Nos coadjuvantes, Sam Rockwell serve como um agradável alívio cômico na pele do barman Doc e Olivia Wilde não faz nada a não ser impressionar o público com sua sedutora beleza.

Contando também com uma bela fotagrafia de Matthew Libatique, Cowboys & Aliens é um dos filmes mais divertidos do ano, rendendo uma inusitada mistura de gêneros que funciona muitíssimo bem (especialmente o faroeste) e beneficia-se por não se levar a sério. Entrega exatamente o que promete.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: