Prejuízo da MGM dificulta produção dos próximos filmes de MILLENNIUM

Tendo sido lançado em blu-ray e DVD nos EUA na semana passada, Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres agora enfrenta problemas financeiros. A co-produtora do filme, MGM, teve um prejuízo moderado com a arrecadação do longa, que recolheu cerca de 230 milhões de dólares mudialmente – superando o custo de produção de 90 milhões.

Não era de se esperar tanto de um filme censura R, com quase 3 horas de duração e com tema tão adulto. Superar o orçamento já foi ótimo, mas o CEO da produtora, Gary Barber, realmente esperava mais e agora será forçado a tomar medidas que tornem possível a produção dos capítulos restantes da trilogia, A Menina que Brincava com Fogo e A Rainha do Castelo de Ar. Barber discute com a Sony, que bancou maior parte da produção, as opções para curto de orçamento que podem significar a ausência do diretor David Fincher no comando dos próximos filmes.

Fincher custaria 5 milhões ao estúdio, e a segunda parte é seu livro favorito da trilogia. Daniel Craig e Rooney Mara retornam por obrigação contratual. Steven Zaillian assina os próximos roteiros. Ainda não há anúncios oficiais sobre início de filmagens ou data de estreias.

Vamo aguardar e torcer para que David Fincher e toda sua equipe retornem.

12 Respostas to “Prejuízo da MGM dificulta produção dos próximos filmes de MILLENNIUM”

  1. Puxa, péssima notícia. Mas será que o filme não arrecada mais algum dinheiro em vendas de home video? Enfim, esperemos que Fincher não saia da franquia.

    • Lucas Nascimento Says:

      Pois é, a MGM aguarda pelo resultado nas vendas em home video (que até o momento, de acordo com o Blu-ray.com, vão bem) antes de tomar qualquer decisão.

      Como você disse, esperemos que Fincher permaneça (yn)

  2. As sequências, pelo menos os filmes que foram feitos delas (não li os livros) são boçais.

  3. Esse versao da imagem acima é do remake americano… Agora nao lembro de que pais exatamente é, mas o 2 filme ja foi lancado… e é muito bom^^

  4. Helio Rocha Says:

    Já vi esta trilogia na versão original, (Sueca) o 1º dá de 10 a 0 na versão americana, é melhor eles pararem por aí se não a coisa fica feia, igual a série The Killing.

  5. o livro (como sempre) é muito melhor que o filme… sem contar que mudaram o final, o final do livro é melhor que o final que inventaram no filme…
    existe uma versão de filmes suecos da trilogia Millennium… que, na minha opinião, é melhor que a versão da MGM.

  6. Mas ja existe a trilogia dos filmes, feitos pelo pais de origem, e que por falar a verdade são bem melhores do que o que foi produzido nos EUA, vejam os filmes porque vale MUITO a pena…..

  7. Meu marido ficará super decepcionado… ele amou esse filme.. e olha que ele é chato pra gostar de um filme de suspense. O filme foi muito bem feito… .é uma lástima!!

  8. eu assisti a menina que brincava com fogo da outra produção e axei o máximo não axo que esta americana versão vá fazer grande diferença afinal a estória é a mesma.

  9. phri@hotmail.com Says:

    nao entendi.. se custou 90 MI e arrecadou 230 MI, como tiveram prejuizo?

  10. na minha opinião superestimaram o David Fincher. Sem demagogia gostei das duas versões mas a sueca conseguiu capturar melhor o suspense da trama de Stieg Larson.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: