| Os Vingadores – The Avengers | O filme-evento da Marvel Studios é, enfim, lançado


Os Vingadores (Capitão América, Homem-de-Ferro, Hulk, Gavião Arqueiro, Thor e a Viúva Negra) em pose de batalha

Os Vingadores – The Avengers tem sua jornada iniciada lá em 2008, quando Nick Fury (Samuel L. Jackson) surgiu misteriosamente em uma cena depois dos créditos de Homem-de-Ferro. Quatro filmes e quatro anos depois, a superequipe da Marvel Studios enfim ganha forma no divertido e desenfreado longa de Joss Whedon.

A trama continua os eventos mostrados em Homem-de-Ferro 2, O Incrível Hulk, Thor e Capitão AméricaO Primeiro Vingador, tendo ponto de partida quando o perverso Loki (Tom Hiddleston) invade a Terra e rouba um poderoso artefato que pode acarretar na destruição do planeta. A ameaça faz com que Nick Fury reúna a equipe conhecida como os Vingadores, uma coleção de indivíduos especiais.

Juntar tantos super-heróis em um filme só é complicado. Ainda mais quando estes vêm de franquias individuais (bem, a Marvel tem se focado no projeto tanto que a história dos longas anteriores sofreu um desfoque a seus personagens) e apresentam-se completamente diferentes um do outro. Esses momentos, quase surreais, aparecem de forma grandiosa na tela e rendem explosivas cenas de ação (os embates entre Thor e Hulk, Homem-de-Ferro e Thor são memoráveis), as quais Whedon conduz muito bem – a execução de um plano-sequência durante a batalha final é impressionante – e fornece a cada herói seu devido espaço.

Esse talvez seja o grande mérito do roteiro do próprio Whendon: a organização e equilíbrio das inúmeras figurinhas. É um choque de egos e personalidades e a interação entre o elenco é fantástica, com cada intérprete defendendo com talento e carisma seus personagens. Robert Downey Jr. continua perfeito com seu Tony Stark, e dessa vez ele oferece algo nunca visto antes: uma vulnerabilidade emocional no vingador dourado (sua reação durante a morte de pessoa x é bárbara). Chris Evans faz o politicamente correto Capitão América, Chris Hemsworth acerta no sotaque de Thor e até Scarlett Johansson consegue fazer da Viúva Negra mais do que um belo rosto. Quem é novo aqui é Mark Ruffalo, mais recente intérprete de Bruce Banner/Hulk, e certamente foi o ator que entregou o desempenho mais satisfatório para o monstro verde – que surge aqui muito mais cômico.


Tom Hiddleston como o vilão Loki

Há espaço de sobra para Tom Hiddleston, que faz de Loki um dos vilões mais interessantes da mitologia da Marvel. O ator se mostra muito mais determinado e melhor explorado do que em Thor, e faíscas explodem quando este tem um confronto verbal com o narcisista Tony Stark. Vale lembrar também de Samuel L. Jackson, que revela traços até então desconhecidos sobre o misterioso diretor da SHIELD (agência por trás da formação da equipe), tal como seu comprometimento com a justiça e ambição em alcançar seus objetivos – mesmo que tenha que usar da morte de um agente ou explodir aviões de sua própria armada.

Na parte técnica, Vingadores não deixa a desejar. Os efeitos visuais são ótimos (enfim acertaram no Hulk!), a música de Alan Silvestri pontua bem os momentos épicos e os mais dramáticos e até a conversão para 3D saiu decente. No entanto, o design de algumas criaturas (especialmente aquelas “serpentes” voadoras) me lembraram muito Transformers – O Lado Oculto da Lua, que apresentava um clímax de destruição e abertura de dimensões muito similar. Mas a semelhança acaba por aí, porque Whedon é muito melhor diretor do que Michael Bay e sabe trabalhar a ação de forma mais engenhosa.

Os Vingadores – The Avengers é um sonho realizado para os fãs da Marvel. Mesmo que imperfeito, é uma das adaptações de quadrinhos mais grandiosas e divertidas já lançadas até o momento. E aguardem, pois a cena pós-créditos promete um espetáculo ainda maior.

Aguardemos pela próxima aparição de Fury…

Observação: Gwyneth Paltrow e Stellan Skarsgard reprisam seus papéis de Homem-de-Ferro e Thor!

Spoiler-Observação: Caso não saiba (tudo bem, tampouco sabia eu até umas horas atrás) a figura que aparece na cena pós-créditos é Thanos, um vilão intergaláctico do universo Marvel.

Leia esta crítica em inglês.

Anúncios

32 Respostas to “| Os Vingadores – The Avengers | O filme-evento da Marvel Studios é, enfim, lançado”

  1. Augusto Tenório Says:

    Concordo plenamente. É o filme do ano, do quadriênio e quizá da década.

  2. Muito bem escrito, ao que li, cumpriu com o que prometeu.
    Belo post.

  3. muito lok esse filme!!!

  4. Cheguei no cinema achando que ia ser um filmeco de super heróis, me arrependi muito, ótimo filme, sacadas muito inteligentes, Loki é um trabalho de mestre

  5. gp.hunterbh@hotmail.com Says:

    Gostei da critica, mas esse comentário dizendo ser o filme do ano não dá, está longe de ser um filme excelente também!
    É apenas um filme legal!
    Vale à pena demais por ser um filme de superheróis com efeitos especiais legais!
    Vale a pena para ver vários superheróis se unindo e como isto aconteceu.
    Não teve que ficar contando a história de cada personagem nem explicando muito, isto já tinha acontecido no filme “solo” de cada herói. Foi só começar o filme e aquela história sobre o que acontecia foi ocorrendo.
    E principalmente vale a pena por causa do Hulk, ele é o mais foda do filme! A cena dele com o Loki deixou o cinema todo calado durante alguns segundos e logo depois todo mundo ficou sem noção com o que acabara de ter visto! Nunca vi um superherói fazer o que ele fez!
    Pena que Gwyneth Paltrolw aparece muito pouco com aquele shotinho minusculo!
    Não foi dinheiro jogado fora nem perda de tempo, acho isto muito importante pois é o que me dá mais raiva quando vou ao cinema.
    Mas aguardem até o fim do ano para verem o melhor filme que ainda será lançado: O Hobbit

    • Absolutamente concordo com o que você disse sobre o Hobbit. Mas cá pra nós em se tratando de herois das HQ’s Os vingadores excedeu às expectativas.

  6. Tim Tones Says:

    O filme é legal… Cerca de 80% do filme o Gavião Arqueiro (que foi hipnotizado pelo Loki) é inimigos dos vingadores… O Loki fez um acordo com os alienígenas em troca de governar a Terra… O Homem de Ferro guia um míssil com uma ogiva nuclear pelo portal aberto de onde vinham os aliens e destroe a nave mãe… e por pouco ele consegue voltar pelo portal que a viúva negra fechou.

  7. Rafael magoo Says:

    excelente o filme, tenho que assistir de novo.
    impressionante os efeitos. e o hulk ficou muito bom, não tem o que falar. o melhor filme do ano!

  8. eu já saí do cinema ligando pra outras pessoas pra ir assistir novamente, mal posso esperar pra ver de novo, O FILME

  9. Legal teu post. eu e um amigo assistimos e escrevemos sobre alguns aspectos do filme aqui: http://fantasticocenario.com.br/2012/04/30/dissecamos-os-vingadores/ passa lá e dá uma olhada. Abraço!

  10. Ótimo filme é não há nada de imperfeito nele este filme cumpre no quesito ação e até comédia em algumas cenas o que deixa o filme bem divertido de se ver

  11. Edson Avila Says:

    Há muito tempo eu não assistia um filme tão quanto esse.
    Vale a pena cada centavo do ingresso

  12. Depois que eu assistir eu decido de foi bom ou ruim!!!

  13. Ramon Dias Says:

    E ai, alguém também viu o Stan Lee no finalzinho do filme?

  14. eu queruuuuuu ver 😦

  15. pra mim eh o melhor filme de super-herois jah feito …

  16. realmente esse foi o filme do ano! muito bom, os atores são ótimos, tem ação e comedia, eu recomendo !

  17. tive a breve impressão que esse seu texto é um Crt+C Crt+V de outro blog.

  18. o melhor filme

  19. aqui nos USA tem uma segunda cena Pós Créditos, Além da D Thanos, tem uma dos Vingadores Reunidos Comendo Fast Food , Totalmente enfastiados .. sem nada pra fazer, cômica , Como sempre Star a Frente

  20. […] Stark sofrendo com ataques de ansiedade e uma irreparável paranóia, consequências dos eventos de Os Vingadores – The Avengers. O perigo novamente bate à sua porta (literalmente) quando reencontra figuras de seu passado (os […]

  21. […] ramo de contar histórias, seja narrativa ou puramente visual; a exceção fica com Joss Whedon em Os Vingadores e Kenneth Branagh em Thor – mas esse último perde pontos por se entregar puramente à […]

  22. […] antagonista da história) surgem meio deslocadas da trama central, trazendo elementos de Contato e Os Vingadores. Sem falar que o filme peca ao se mostrar mais um exemplar da escola Marvel de “Ninguém […]

  23. […] (“Botaram capa nele também?”, reclama Riggan ao saber que Jeremy Renner estava em Os Vingadores ou a voz incosciente de Birdman afirmando que ele havia aberto caminho para todos os outros) e o […]

  24. […] fatais ou porradas com chaves inglesas. O clímax é uma mistura louca de Exterminador do Futuro, Vingadores e Senhor dos Anéis, colocando até mesmo um drone na jogada. Muita diversão (as frases de efeito […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: