A Origem (2010)

Título Original (Inception), 2010

Direção: Christopher Nolan
Roteiro: Christopher Nolan
Música: Hans Zimmer
Direção de Fotografia: Wally Pfister
Montagem: Lee Smith
Duração: 148 min
Site Oficial: http://inceptionmovie.warnerbros.com/

Censura: 14 anos (assassinato e suicídio)

Sinopse:  Dom Cobb é um habilidoso ladrão, o melhor na perigosa arte da extração, o roubo de segredos valiosos das profundezas do inconsciente durante o sono com sonhos, quando a mente está mais vulnerável. A rara habilidade de Cobb o tornou peça fundamental no traiçoeiro mundo da espionagem industrial, mas também o tornou um fugitivo internacional e ele perdeu tudo o que mais amava. Agora, Cobb tem sua chance de redenção, um último trabalho que pode dar-lhe sua vida de volta se ele conseguir o impossível – inserção. Ao invés do roubo perfeito, Cobb e sua equipe de especialistas têm que obter o inverso: sua tarefa não é roubar uma ideia, mas plantar uma. Se eles conseguirem, terão o crime perfeito. Mas nem todo seu planejamento poderia prepará-los para um perigoso inimigo que parece prever cada movimento da equipe. Um inimigo que apenas Cobb consegue enfrentar.

Elenco Principal

Leonardo DiCaprio – Dom Cobb
Ken Watanabe – Saito
Joseph Gordon-Levitt – Arthur
Marion Cottilard – Mal
Ellen Page – Ariadne
Tom Hardy – Eames
Cillian Murphy – Robert Fischer
Michael Caine – Professor Miles
Tom Berenger – Peter Browning
Dileep Rao – Yusuf

Galeria de Imagens

Trailers e Clipes

Posts Exclusivos

Prêmios e Indicações 

  • Oscar: 4 Vitórias: Melhor Fotografia, Efeitos Visuais, Mixagem de Som e Edição de Som. 4 Indicações: Melhor Filme, Roteiro Original, Direção de Arte e Trilha Sonora

 

  • Globo de Ouro: 4 Indicações: Melhor Filme – Drama, Diretor (Christopher Nolan), Roteiro e Trilha Sonora.

 

  • BAFTA: 4 Vitórias: Montagem, Direção de Arte, Efeitos Visuais e Som. 5 Indicações: Melhor Filme, Diretor, Roteiro Original, Trilha Sonora e Fotografia

 

  • Critics Choice Awards: 6 Vitórias: Melhor Filme de Ação, Fotografia, Montagem, Direção de Arte, Trilha Sonora, Efeitos Visuais e Mixagem de Som. 3 Indicações: Melhor Filme, Diretor, Roteiro Original

 

  • Directors Guild Awards: Indicado a Melhor Diretor

 

  • Writers Guild Awards: 1 Vitória: Melhor Roteiro Original

 

  • Producers Guild Awards: Indicado a Melhor Filme

 

  • American Cinematographers Society: 1 Vitória: Melhor Fotografia

 

  • Editors Guild Awards: Indicado a Melhor Montagem em Filme de Drama

 

  • Cinema Audio Society: Indicado a Melhor Mixagem de Som

 

  • Art Directors Guild Awards: 1 Vitória: Melhor Design de Produção em Filme de Fantasia

 

  • Visual Effects Society Awards: 4 Vitórias: Melhores Efeitos Visuais Constantes, Ambiente Digital criado em Longa Metragem (Sonho em Paris), Modelos e Miniaturas usados em Longa Metragem (Explosão do Hospital) e Composição em Longa Metragem

 

  • Motion Picture Sound Editors’ Golden Reel Awards: 2 Vitórias: Melhor Edição de Som e Edição de Som em FX e Foley.1 Indicação: Edição de Som em ADR e DX.

 

  • Costume Designers Guild Awards: 1 Indicação: Melhor Figurino Contemporâneo

  • Lucas Filmes: Melhor Filme do Ano.
Anúncios

5 Respostas to “A Origem (2010)”

  1. […] O filme mais comentado e discutido de 2010. Comprovando mais uma vez o imenso talento do grande Christopher Nolan, A Origem quebra barreiras e apresenta o roteiro mais original e complexo da década, mesclando conceitos inteligentes com espetaculares cenas de ação, efeitos visuais versáteis e um final ambíguo que ficará plantado na memória do espectador, assim como o magnífico filme. Ficha técnica […]

  2. […] do Facebook e Tumblr) (500) Dias com Ela. De lá, conseguiu bons papéis em filmes grandes (como A Origem, Looper e até o oscarizado Lincoln) e agora ataca de diretor e roteirista com Como Não Perder […]

  3. […] diretor competente saberia trabalhar melhor. Pfister, tão talentoso como diretor de fotografia de A Origem ou a Trilogia Cavaleiro das Trevas, não cria ritmo nem apego emocional, falhando também ao […]

  4. […] ou uma luta dentro do quadro paradoxal de M. C. Escher (que também inspirou o design onírico de A Origem). Ver também Robin Williams em um papel que explora suas habilidades como comediante, é sempre […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: