Archive for the Críticas de 2008 Category

| Crepúsculo | Pode ser o novo Harry Potter?

Posted in Aventura, Cinema, Críticas de 2008, Romance on 22 de dezembro de 2008 by Lucas Nascimento

 

“Crepúsculo” é o primeiro livro de uma série que, até agora, possui quatro edições. Agora saiu a aguardada adaptação para os cinemas.Foi uma decepção para quem era fã do livro.Como eu nunca li nem a orelha do livro, eu não sei o que foi cortado, o que foi fiel, mas eu gostei!

Bella é uma adolescente que vai passar uns dias na casa de seu pai, em outra cidade. Ao se adaptar na escola, conhece o misterioso Edward. Os dois começam uma estranha amizade, até que Bella descobre um terrível segredo sobre seu colega: Ele é um Vampiro, assim como seus pais e seus irmãos. Um romance começa entre os dois, mas a coisa complica, quando Bella começa a ser perseguida por um grupo de Vampiros rivais, e Edward será sua única esperança.

Eu gostei do filme. É uma boa escolha para adolescentes, o filme possui momentos cômicos, românticos e umas cenas de luta legais. Porém, não é perfeito. Dá para notar, que claramente, o livro tem muito mais informações, porque os vampiros rivais, simplesmente aparecem, sem explicação e algumas coisas acontecem rápidas demais no filme.

Resumindo, é um filme bom, eu não sei o que os fãs do livro vão achar, mas é sempre bom ver você mesmo. Eu gostei.

Nota: 8,0
Assisti: No Cinema
Data: 20/12/08

| Rebobine, Por Favor | Uma comédia original e divertida

Posted in Cinema, Comédia, Críticas de 2008 on 22 de dezembro de 2008 by Lucas Nascimento

“Rebobine, Por Favor”, foi mesmo uma enrolação para ser lançado nos cinemas.Várias datas foram divulgadas, mas só saiu mesmo agora.Para demorar tanto para sair, tinha que ser um filme muito bom mesmo!E foi.

Na história, Jerry é um paranóico, que ao tentar sabotar uma estação de energia, fica magnetizado, e ao visitar a locadora onde seu amigo Mike trabalha, acaba, acidentalmente, apagando todos filmes VHS da locadora que está a um fio de ser destruída.Numa tentativa de desesperada de agradar poucos clientes, os decidem, sozinhos e sem nenhum efeito hollywoodiano e com eles mesmos como protagonistas e cameramen, refilmar todos os filmes clássicos que há na locadora, como “Os Caça-Fantasmas”, “Conduzindo Miss Daisy” e “Robocop”.E os dois ganham a aprovação dos clientes.

Essa é mesmo uma das comédias mais originais que eu já vi.As atuações de Jack Black e Mos Def, são muito boas, e a cena que eles regravam “Os Caça-Fantasmas”, é realmente hilária, porque os dois não se preocupam em fazer bonito e deixam muito malfeito, o que é o segredo do sucesso dos dois.O filme perde um pouco o ritmo quando os estúdios cinematográficos surgem para estragar com a brincadeira e quando Jerry e Mike, com a ajuda de todo o bairro, resolvem fazer um filme sério e original sobre um músico.

Resumindo, é uma ótima comédia, mas para entender e dar boas risadas, é preciso assistir aos filmes que os dois fazem.Muito bom.

Nota: 8,0
Assiti: No Cinema
Data: 13/12/08

| A Múmia: Tumba do Imperador Dragão | Bom efeito. Só isso!

Posted in Aventura, Críticas de 2008, DVD on 19 de novembro de 2008 by Lucas Nascimento

Eu estava ansioso pra conferir esse novo filme.O trailer do filme me deixou louco! Eu queria ver, mas era na época do Cavaleiro das Trevas(que eu vi 4 vezes no cinema).Eu fiquei meio decepcionado sim, muito decepcionado.Há erros (muitos!) e acertos.

Na trama, Rick O`Connel e sua esposa Ev (Maria Bello substitui Rachel Weiz) vivem uma tranquila vida.Seu filho Alex (o péssimo Luke Ford) encontra a Tumba do Imperador Dragão e ao leva-la para Xangai, encontra os pais, e acidentalmente a libertam.A múmia é o Imperador Han, que quase dominou o mundo no passado e a imortalidade, mas foi transformado em pedra com exército por uma feiticeira.Cabe a os O`Connel impedir Han de ressucitar seu exército e dominar o mundo (de novo).

É, o filme é realmente fraco! Comparado aos dois primeiros, que são ótimos, esse perde o seu charme, mas avança nos efeitos especias, que são realmente bons.Há diversas razões pelo fracasso: A saída de Rachel Weinz do elenco, a escolha do péssimo ator Luke Ford como Alex, que além de atuar mal pra caramba, parece ser mais velho do que Brendan Fraser.Que mais, a troca de diretor, o mal uso do personagem Johnattan ( que é muito engraçado às vezes) e…O filme viaja demais! Têm muitas coisas absurdas (Yetis?!) e as únicas atuações boas são de Brendan Fraser, Jonah Hill e claro, Jet Li, na pele do imperador Han.A luta entre os protagonistas é fraca também, e t~em algumas cenas que só servem pro Jet Li exibir seu Kung Fu (não que seja ruim, o cara arrebenta!).O DVD simples traz somente cenas cortadas de extras.

Resumindo, é um filme fraco, mas possui seus acertos, como os efeitos visuais.Mas quem espera assistir um filme ao estilo dos dois primeiros, pense de novo.

Nota: 4,0
Extras: 3,0
Assisti: Em DVD
Data: 19/11/08

| [REC] | Para assustar e chocar

Posted in Cinema, Críticas de 2008, Terror on 16 de novembro de 2008 by Lucas Nascimento

 

rec

Este ano, Cloverfield chegou com um tipo diferente de filmeagem: a de primeira pessoa.O filme foi muito bom, cheio de suspense e ação.Mas de onde veio essa inspiração? [REC], que ja estava pronto em 2007.O filme é…É…ASSUSTADOR! Um filme que realmente me assustou!

Na trama, uma repórter e seu câmera, fazem uma matéria sobre bombeiros, quando estes são chamados para atender um pedido em um prédio.Lá, um vírus está transformando as pessoas em “zumbis” e no meio do caos, os dois deverão sobreviver e principalmente: Não parar de filmar.

Bom, é um filme realmente assustador, sem dúvida o terror do ano e um dos melhores que já sairam atualmente.Há muitos sustos, os zumbis são assustadores (tem até uma garotinha!)e as atuações são muito boas.É um terror espanhol, e os espanhóis sabem fazer filmes assustadores, que deveriam servir de exemplo para alguns cineastas de Hollywood.

Resumindo, é um ótimo filme de terror e pra quem for assistir: é melhor ter um coração e estômago fortes.Boa sorte

Nota: 8,5
Assisti: No cinema
Data: 14/11/08

| Quantum of Solace | 007 em missão de vingança

Posted in Ação, Cinema, Críticas de 2008 on 9 de novembro de 2008 by Lucas Nascimento

Nossa! Já fazem dois meses que eu não escrevo! Bom eu voltei…
Eu sempre gostei dos filmes de James Bond.Em 2006, Cassino Royale mudou o tom do personagem, ele ficou mais realista, sarcástico e teve uma mudança radical de ator, que apesar de ser muito criticado, provou ser o melhor Bond desde Sean Connery.Agora James Bond retorna em sua nova aventura, Quantum of Solace, a primeira continuação direta de um filme de Bond.

A trama começa exatamente de onde Cassino Royale parou: Bond atira no Sr. White e o captura para um interrogatório.Então forma-se uma grande perseguição de carro.Bond vai até a Itália, e junto com M interrogam o Sr. White sobre a organização que ele trabalha, QUANTUM, e descobrem que ela é mais perigosa e complexa do que se pode imaginar.Ao mesmo tempo em que tem que cumprir sua missão, capturar Dominic Greene da QUANTUM que planeja roubar a água da Bolívia, Bond busca vingança pela morte da amada, Vesper.No seu caminho, Bond encontrará Camille que o ajudará na missão.

Bom, o filme é realmente jóia! Têm muitas cenas de ação, o que não falta é ação.Segue o mesmo tom realista de Cassino Royale e aprimora alguns aspectos.O vilão do filme é realmente muito bom, Mathieu Amalric deu o tom certo a Dominic Greene.Olga Kurylenko provou ser uma ótima Bond girl, não só pela beleza, mas pela atuação também.Eu me assustei! O filme estava acabando e não teve a famosa cena do cano da arma!Mas logo no final, Daniel Craig faz seu primeiro cano da arma “oficial”.A música tema do filme, ” Another way to die” de Alicia Keys e Jack WHite não supera “You know my name”, mas é boa também.

Resumindo, Quantum of Solace é uma boa pedida, é melhor que seu antecessor e é um prato cheio de ação, rquilibrado por uma boa história.

Nota: 9,0
Assisti: No cinema
Data: 08/11/08

| Hellboy 2: O Exército Dourado | Melhor do que o primeiro!

Posted in Aventura, Cinema, Críticas de 2008, Indicados ao Oscar on 9 de setembro de 2008 by Lucas Nascimento

“Hellboy” foi um filme que eu gostei bastante.Seus personagens são muito bem criados, interpretados e construídos e o herói é bem diferente de tudo que voce já viu.Como acontece em quase todas as sequências, o segundo filme sempre é mais divertido, como “Homem-Aranha 2” e “Batman O Cavaleiro das Trevas” já provaram isso.E “Hellboy: O Exército Dourado” segue essa linha.

Na trama, Hellboy e seu grupo são descobertos por civis e a situação se complica.Washington manda um novo agente para ficar de olho em Hellboy, que têm problemas com sua namorada Liz.Como se já não bastasse, o Príncipe Nuada (uma criatura elfo) está nervoso com a situação de seu povo diante dos humanos e decide despertar o Exército Dourado, um exercito que é MESMO indestrutível.Cabe a Hellboy, Abe Sapien o anfíbio, Liz e Krauss o novo agente, impedirem Nuada de libertar o horror do Exército Dourado.

Bom, o filme é realmente ótimo! Um dos melhores do ano, sem dúvida é melhor que o primeiro, mais maduro, mais engraçado e com mais ação.O personagem Abe Sapien, que é o meu preferido, ganha mais destaque na trama quando se apaixona pela irmã de Nuada, a Princesa Nuala.A imaginação e a criatividade de Guillermo Del Toro são liberadas a mil nesse filme.Eu nunca tinha visto criaturas tão bem construídas assim, desde os clássicos filmes de “Star Wars”.O filme também é de Hellboy, que continua do mesmo jeito: durão, sarcástico, bagunceiro e engraçado.Seu relacionamento com a pirotécnica Liz está tenso, o que causam muitas brigas e discussões.

Resumindo, é um ótimo filme, bem divertido, engraçado e com muita ação, porque quando se mergulha em u filme de Del Toro, é impossível dizer: “Que bosta!”

Nota: 8,5
Assisti: No cinema
Data: 7/09/08

| Trovão Tropical | A Melhor comédia do ano!

Posted in Cinema, Comédia, Críticas de 2008, Indicados ao Oscar on 3 de setembro de 2008 by Lucas Nascimento

Ben Stiller sempre soube escolher seus papéis em filmes de comédia, também soube dirigir, como em “Zoolander” e “O Pentelho”.Agora, Stiller volta com o engraçadissímo “Trovão Tropical”, junto com ótimos atores.

Na trama, Um grupo de atores famosos, Tugg Speedman (Stiller), o viciado em drogas Jeff Portnoy (Jack Black) e vencedor de cinco Oscars Kirk Lazarus (Robert Downey Jr., entre outros atores novatos e um rapper gay.Esses atores vão para o Vietnã para filmar o maior filme de guerra de todos os tempos.Mas quando uma guerra de verdade os encontram, é uma confusão atrás da outra.

O filme é muito engraçado! Tem umas cenas hilariantes que parodizam outros filmes, como “Rambo” ou “Apocalypse Now”.Têm muitos atores famosos escondidos pelo filme, sem falar no Tom Cruise na pele de um produtor boca suja, carregado com uma maquiagem de pêlos.E por falar em maquiagem, Robert Downey Jr encarna um personagem negro!Na verdade, seu personagem passa por uma cirurgia para incorporar o papel.Uma das coisas que eu mais gostei, foram os trailers de filmes falsos no começo do filme, “Lança Chamas parte 6” uma paródia de “Rambo”, “A Família do peido 2” uma paródia de “Professor aloprado 2” e “O Beco do Satanás” uma engraçada paródia de “O Segredo de Brokeback Mountain”, que contou com a participação do Homem Aranha, Tobey Maguire.

Resumindo, é um filme muito bom, sem dúvida a melhor comédia do ano até agora, e espero que as pessoas gostem, porque…É bom!

Nota: 8,5
Assisti: No Cinema
Data: 30/08/08

| Batman- O Cavaleiro das Trevas | A Imagem da perfeição

Posted in Adaptações de Quadrinhos, Cinema, Críticas de 2008, Indicados ao Oscar on 19 de julho de 2008 by Lucas Nascimento

 

batpod

 Em um dos pôsteres do filme, há a frase “Bem Vindo a um mundo sem regras”, e certamente o diretor Christopher Nolan quebrou todas as regras sobre dirigir um filme de super-heróis e deu um novo ar ao gênero, mostrando ao mundo o Batman de verdade: violento, agressivo, heróico e REALISTA.Ele erra no filme, apanha tão psicologicamente do vilão quanto fisicamente, mas depois de tantos esforços sua missão é cumprida.Senhoras e senhores, “Batman- O Cavaleiro das Trevas”.

Na muito bem elaborada trama, Bruce Wayne continua seu trabalho como o justiceiro mascarado de Gotham City, enfrentando a Máfia com a polícia, mas ele ainda não ganhou a confiança de todos.Até que um gênio do crime conhecido apenas como Coringa, ameaça as noites de Gotham com planos mirabolantes e perversos.Batman contará com a ajuda da polícia e do promotor público Harvey Dent, que luta para por um fim na máfia, para impedir o pscótico assassino.

Bom amigos! Estamos diante da melhor adaptação de HQs da história do cinema.O filme tem um roteiro muito bem bolado, chocante, trágico, sombrio e completmente Inesperado.O Batman é um herói diferente, ele não têm poderes, armaduras de ferro ou garras mutantes.Ele é apenas um homem, com uma imensa fortuna (afinal cada herói se vira do seu jeito né?), e o desejo de tansformar Gotham em um lugar melhor.Podemos dizer que “Batman – O Cavaleiro das Trevas, chutou o traseiro de todos os filmes já lançados esse ano, Christopher Nolan destruiu o gênero de Super-heróis e foi em busca da origem da maldade e da justiça.

joker

 Mas se o próprio herói já é sombrio e violento, o que esperar do Grande Vilão desta trama?Heath Ledger que interpreta magistralmente o Coringa, morreu, o filme é até dedicado em sua memória.Mas realmente, Ledger merece um Oscar MESMO.A Academia realmente devia premiar filmes como Batman- O Cavaleiro das Trevas!
Ok, Heath Ledger atua muito bem como o melhor (ou pior?) vilão que eu já vi! Olha que eu já vi muitos filmes…O Coringa é um pscoótico, um gênio do crime, tudo que é mirabolado por ele é um choque, ainda mais quando o plano chega ao final.Suas piadas de humor negro são bem dignas do Palhaço do Crime, que enfim é corretamente adaptado para o cinema (Não que o Jack Nicholson tenha atuado mal.).

A Maioria do elenco está de volta, quem não aceitou a volta foi Katie Holmes (ela não atuou muito bem…), que foi substituída por Maggie Gyllenhaal, que atuou melhor sim.Aaron Eckhart entra como o promotor de jústiça Harvey Dent que é considerado o herói de rosto de Gotham.Mas o Coringa prova que todos podem chegar e seu nível, e por um horrível acidente, Dent se transforma no Duas-Caras, e eu me refiro ao verdadeiro Duas-Caras, e não à versão cartunesca de Tommy Lee Jones.O Duas-Caras é inserido na trama, assim como o Venom entra em “Homem-Aranha 3”, mas o filme acerta onde o outro errou: Fez bom uso do personagem, do ator e conseguiu muito bem dividir o filme para dois vilões cruéis.Bom, três, já que o Espantalho está no começo do filme.

Resumindo, é o filme perfeito, bateu todos os outros deste ano e é muito difìcil outro bater este.Eu disse que “Batman” teria trabalho em superar “Homem-de-Ferro”, mas o trabalho foi feito logo na primeira meia hora de filme.Então vá logo pro cinema assistir ao melhor filme de super-heróis todos os tempos e fique impressionado com as ótimas cenas de ação e a atuação de Heath Ledger! E Saia com um grande sorriso na cara.

Nota: 10
Assisti: No Cinema
Data: 18/07/08

AH! Antes de acabar deixa eu dizer umas palavrinhas:

POR QUÊ ESTÁ TÃO SÉRIO? HAHAHAHAHA!!

Confira abaixo o trailer do arrasa-quarteirões:

| Viagem ao Centro da Terra 3D | A volta do 3D

Posted in Aventura, Cinema, Críticas de 2008 on 14 de julho de 2008 by Lucas Nascimento

O 3D sempre foi um tipo de tecnologia para ser utilizada em filmes, só para diversão, como “Pequenos Espiões 3D” e o péssimo “As Aventuras de Sharkboy e Lavagirl”.Ah! Esse filme têm que ser visto no 3D, não que seja ruim, dá pra se divertir muito, mas o 3D te dá uma excitação maior, você se sente dentro do filme.

Na trama, o Professor Trevor leva seu sobrinho para a Islândia, lá, junto com Hannah a guia das montanhas, eles descobrem o Centro da Terra.Para sobreviver eles usam o livro de Júlio Verne como guia.

O filme todo é só diversão, mas não é aquele tipo de filme para ser levado a sério.Assim, é um filme de aventura, mas não tem coisas novas, as cenas de ação são fraquinhas, e o nível de adrenalina tem que crescer.As partes boas, são as que (em 3D) os objetos, peixes carnívoros e ioiôs caem em direção a tela, dá pra levar uns sustinhos, é diversão garantida.

Resumindo, “Viagem ao Centro da Terra” é legal, por ser em 3D, e não deve ser levado muito a sério, é só diversão, mas todo mundo gosta desse tipo de filme! 4 dias pro Batman! Aguardem a crítica!

Nota: 6,5
Assisti: No cinema
Data: 14/07/08

| Hancock | Will Smith brinca de super-herói em seu novo filme

Posted in Aventura, Cinema, Críticas de 2008 on 12 de julho de 2008 by Lucas Nascimento

Will Smith é considerado uma das grandes estrelas do mundo do cinema.Mas todas as estrelas, ás vezes, fazem escolhas erradas.Em “Hancock”, Smith traz um super-herói bêbado e mulherengo, que é super legal no ínicio, mas no segundo ato: CATÁSTROFE.

Na trama, Hancock é um super-herói que resolve os crimes de sua maneira (Jogando carros em cima de mastros, baleias em barcos, cabeças na bunda de outros…), quando um conhece um publicitário que o convence a ir para a prisão, para a cidade perceber o quanto precisa dele.Seu retorno com trilha sonora, quase idêntica a de Superman e um uniforme nenhum pouco parecido com os do X-men, ele se dá bem!Mas após a revelação bombástica de que a personagem de Charlize Theron tem poderes, “Hancock perde sua magia.

Bom, o filme é bem legal, os efeitos visuais são muito bons e o começo do filme, com Hancock perseguindo bandidos asiáticos, até a cena de seu retorno limpo no assalto a banco, o filme é show!Mas depois, Charlize Theron tem poderes? Que idéia estúpida foi essa? O roteirista pisou feio na bola e com essa idéia, foisse um filme prometendo ser um dos grandes blockbusters do ano.

Resumindo bem simples, “Hancock” é excelente em sua primeira metade, na segunda é uma porcaria. AHH tá chegando “Batman- O Cavaleiro das Trevas”, MAL POSSO ESPERAR!

Nota: 5,5
Assisti: No cinema
Data: 04/07/08 (sim, atrasei pra postar…)

Trailer do filme: