Arquivo para aventura

Primeiro trailer de DEBI & LÓIDE 2

Posted in Trailers with tags , , , , , , , , , on 11 de junho de 2014 by Lucas Nascimento

dumb

Só agora me toco de que este filme realmente existe. E como Jim Carrey envelheceu. Mas enfim, está no ar o primeiro trailer de Debi & Lóide 2, comédia que reúne a dupla de Carrey e Jeff Daniels em mais uma aventura tapada, novamente dirigido pelos irmãos Peter e Bobby Farelly. Gosto muito do primeiro, e espero realmente que este funcione. Confira:

Debi & Lóide 2 estreia em 13 de Novembro no Brasil.

Anúncios

| Piratas do Caribe – Navegando em Águas Misteriosas | A franquia começa a afundar

Posted in Aventura, Cinema, Críticas de 2011 with tags , , , , , , , , , , , , , , , on 21 de maio de 2011 by Lucas Nascimento

 

PIRATES OF THE CARIBBEAN - ON STRANGER TIDES
London Calling: Jack Sparrow entra numa fria maior ainda na cidade do Rei

Navegando em Águas Misteriosas (cujo título eu detesto) é o primeiro filme da franquia Piratas do Caribe que não conta com a direção de Gore Verbinsky. E os problemas começam por aí; mesmo que pontualmente divertido e agrádavel, a quarta aventura do capitão Jack Sparrow é de longe o pior deles.

Na trama, o Capitão Jack Sparrow parte para uma expedição em busca da mística Fonte da Juventude, em companhia de sua ex-namorada Angelica (a sexy Penelope Cruz) e do cruel pirata Barba Negra (Ian Mcshane), ao mesmo tempo em que o capitão Barbossa (Geoffrey Rush) tenta alcançá-los.

Mesmo com a fragilidade narrativa de No Fim do Mundo (que exagera nas subtramas e reviravoltas), o novo filme consegue ser ainda inferior, começando pelo fraco roteiro de Ted Elliott e Terry Rossio, que – desde a campanha de marketing da produção – não conseguiu me animar. Em diversos momentos da trama, o clima é levado pela monotomia, como se nada de relevante (ou interessante) estivesse acontecendo, mesmo que soltem umas boas piadas. Se o terceiro filme era comprido e confuso, este é simplesmente sem graça, por não introduzir elementos fantásticos tão fascinantes como, por exemplo, Davy Jones e The Flying Dutchman; o máximo que temos dentro desse conceito são as sereias que, além de belíssimas, mostram-se uma boa adição à trama.


O casal Phillip e Syrena entram no lugar de Will e Elizabeth, com resultados frustrantes

Carece também de personagens… Claro, Johnny Depp se salva com seu sempre divertido e cara-de-pau Jack Sparrow, mas os novos rostos são difíceis de simpatizar. Penelope Cruz está linda e carismática como Angelica e Geoffrey Rush continua bem como Barbossa. Do outro lado, Ian Mcshane faz muita cara de mau como Barba Negra, mas a personalidade maldosa é definida mais por suas ações do que pela performance do ator(que saudade do Bill Nighy). E qual a lógica de trocarWill e Elizabeth (Orlando Bloom e Keira Knightley) pelos artificiais e mal explorados Phillip e a sereia Syrena (Sam Claflin e a lindíssima Astrid Berges-Frisbey) como núcleo romântico?

O diretor Rob Marshall também não ajuda. Com uma direção absolutamente simples, mas sem personalidade alguma, o cineasta especializado em musicais raramente acerta. Carente de imaginação nas medianas cenas de ação (a melhor delas sendo uma perseguição com carruagens) e com descontrole no tom, apesar de eu ter que admitir seu eficiente trabalho na cenas das sereias, onde a tensão criada é aterradora.

Com mais centenas de milhões de dólares de orçamento, a parte técnica do filme é excelente mas, retomando o que eu comentei sobre o roteiro de Elliott e Rossio, não temos muitos cenários interessantes como os dos filmes anteriores – a maior beleza encontra-se em locações reais. Os efeitos visuais são bacanas e a trilha sonora de Hans Zimmer ganha uma vibrante contribuição mexicana: a dupla Rodrigo y Gabriela, cujas composições traduzem a personalidade (e nacionalidade) de Angelica. Temos também o 3D que, mesmo narrativamente descartável, é pontualmente divertido.

Piratas do Caribe – Navegando em Águas Misteriosas mostra que a franquia já está cansando – o próprio terceiro filme começou a desandar -, mesmo que Jack Sparrow continue sujeito divertido de sempre. Não vejo problema em uma quinta aventura, mas seria necessário um diretor muito mais talentoso e um roteiro mais empolgante. Há muito mais lendas pelos sete mares do que apenas sereias…

Obs: Como de costume na franquia, há uma cena pós-créditos bem divertida…

Primeira Olhada: Sucker Punch

Posted in Primeira Olhada with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , on 15 de agosto de 2010 by Lucas Nascimento

A aventura fetichista nerd de Zack Snyder encheu os olhos de todo mundo na Comic-Con e em seu primeiro trailer. Não só pelo elenco repleto de beldades, mas também pelo sempre magnífico visual do diretor. Mas a trama ainda não foi detalhada.

  Dragões, samurais e até a Segunda Guerra Mundial

Sabemos disso: a personagem principal se chama Babydoll e ela é aprisionada em um hospício por seu padrasto malvado. Em sua mente, ela cria um mundo imaginário onde deverá sobreviver. Dentre as bizarrices, podemos observar samurais com metralhadoras, dragões, batalhas na segunda guerra mundial, robôs… Tudo que a de mais interessante em filmes de ação/aventura sob a direção estilosa e visualmente impressionante de Zack Snyder.

  Linda de morrer: a estreante Emily Browning

Todos esses cenários e desafios serão parte da jornada – pago para ver como tantos elementos distintos se completarão – de Babydoll e seu grupo sexy e letal. A estreante Emily Browning não é só linda de morrer, mas também parece ter carisma e habilidade para enfrentar tantas cenas de ação. Vale ressaltar que a personagem Amber diz em certo ponto que todas elas estão mortas, será esse o gatilho que aciona a trama?

Sucker Punch tem estreia prevista para 15 de Abril de 2011 aqui no Brasil. Não sei vocês, mas eu confio em Zack Snyder.

 

DVD/Blu-Ray de Kick-Ass: Quebrando Tudo

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 3 de agosto de 2010 by Lucas Nascimento

Nunca faço questão de divulgar lançamentos em DVD/Blu-ray, seja no Brasil ou lá fora. Porém, tenho um motivo específico para “promover” o lançamento de Kick-Ass: Quebrando Tudo em edições duplas nos EUA.

Como alguns de vocês já devem saber, o filme fracassou nas bilheterias, tanto nos EUA (superou seu orçamento, mas por pouco) quanto no Brasil. Um bom resultado de vendas em DVD e Blu-rays pode ser uma das únicas (não a última, lembrando) esperanças de que Kick-Ass: Balls to the Wall não fique apenas nos quadrinhos.

Na maioria dos casos, a versão gringa apresenta extras melhores do que os das edições nacionais (sem falar das versões extendidas de Watchmen e O Senhor dos Anéis, que dificilmente verão a luz nas prateleiras do Brasil). O material extra da aventura de super-herói violenta parece bom; comentários em aúdio, galerias de arte, making ofs (muitos sobre a criação de Hit-Girl), entre outros. O filme não tem previsão para sair em DVD/Blu-ray por aqui.

Fechando, não é uma propaganda descarada do DVD/Blu-Ray de Kick-Ass: Quebrando Tudo. É uma sugestão para aqueles que, assim como eu, curtiram o filme e querem ver uma sequência na telona.

Se alguém se interessar e quiser comprar, pode ir na Amazon.