Arquivo para django livre

Os vencedores do BAFTA 2013

Posted in Prêmios with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , on 10 de fevereiro de 2013 by Lucas Nascimento

BAFTA

Confira abaixo todos os vencedores do BAFTA 2013, o “Oscar Britânico”:

Melhor Filme

Argo

Melhor Filme Britânico

 007 – Operação Skyfall

Melhor Estreia de um Diretor, Produtor ou Roteirista Britânico

Bart Layton (Diretor), Dimitri Doganis (Produtor) – O Impostor

Melhor Diretor

Ben Affleck – Argo

Melhor Ator

Daniel Day-Lewis – Lincoln

Melhor Atriz

Emmanuelle Riva – Amor

Melhor Ator Coadjuvante

Christoph Waltz – Django Livre

Melhor Atriz Coadjuvante

Anne Hathaway – Os Miseráveis

Melhor Roteiro Original

Django Livre

Melhor Roteiro Adaptado

O Lado Bom da Vida

Melhor Filme de Animação

Valente

Melhor Filme Não Falado em Inglês

 Amor

Melhor Direção de Arte

Os Miseráveis 

Melhor Fotografia

As Aventuras de Pi

Melhor Figurino

 Anna Karenina

Melhor Montagem

Argo

Melhor Trilha Sonora

 007 – Operação Skyfall

Melhor Canção

“Skyfall” – 007 – Operação Skyfall

Melhor Som

Os Miseráveis

Melhor Maquiagem/Cabelo

Os Miseráveis

Melhores Efeitos Visuais

As Aventuras de Pi

Melhor Documentário

Searching for Sugar Man

Melhor Curta-Metragem

Swimmer

Melhor Curta-Metragem de Animação

The Making of Longbird

Melhor Estrela em Ascenção

Juno Temple

Anúncios

Indicados ao MOTION PICTURE SOUND EDITORS 2013

Posted in Prêmios with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , on 18 de janeiro de 2013 by Lucas Nascimento

lincoln_02

Confira os indicados de 2013 para o prêmio do sindicato da Edição de Som em Hollywood:

MELHORES EFEITOS SONOROS E FOLEY EM LONGA-METRAGEM

007 – Operação Skyfall

Argo

As Aventuras de Pi

Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge

Django Livre

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada

Prometheus

Os Vingadores

MELHOR DIÁLOGO E ADR EM LONGA-METRAGEM

007 – Operação Skyfall

Argo

As Aventuras de Pi

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada

Indomável Sonhadora

O Lado Bom da Vida

Lincoln

Moonrise Kingdom

MELHOR EDIÇÃO DE MÚSICA EM LONGA-METRAGEM

007 – Operação Skyfall

Argo

As Aventuras de Pi

Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge

Django Livre

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada

Lincoln

O Segredo da Cabana

MELHOR EDIÇÃO DE SOM EM LONGA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO

Detona Ralph

Frankenweenie

Um Gato em Paris

O Lorax

ParaNorman

A Origem dos Guardiões

Piratas Pirados!

Valente

MELHOR EDIÇÃO DE MÚSICA EM LONGA-METRAGEM MUSICAL

Joyful Noise

Os Miseráveis

Pitch Perfect

Rock of Ages

MELHOR EDIÇÃO DE SOM EM LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO

80 Million

O Amante da Rainha

Amor

Children of Saravejo

Ferrugem e Osso

The Hypnotist

Intocáveis

MELHOR EDIÇÃO DE SOM EM DOCUMENTÁRIO

Bully

Climate Refugees

Jiro Dreams of Sushi

Last Call at the Oasis

Marley

Searching for Sugar Man

Os vencedores serão anunciados em 17 de Fevereiro.

18 de Janeiro de 2013

Posted in Esta Semana nos cinemas with tags , on 17 de janeiro de 2013 by Lucas Nascimento

amor_p2

DJANGO UNCHAINED

Globo de Ouro 2013: Transmissão ao Vivo

Posted in Prêmios, Transmissão ao Vivo with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on 13 de janeiro de 2013 by Lucas Nascimento

gg2013

Acompanhem aqui meus comentários em tempo real (é só ir atualizando a página) sobre o Globo de Ouro 2013!

23:00 Boa noite! A 70ª cerimônia do Globo de Ouro está começando.

23:02 – Tina Fey e Amy Poehler são as apresentadoras. Como já era de se esperar, estão cheias de piadas ácidas.

23:03 – “Quando o assunto é tortura, nada melhor do que a mulher que era casada com James Cameron”. Uau, hehe.

23:05 – Muito engraçado, seguindo a linha de Ricky Gervais.

23:08 – Bradley Cooper e Kate Hudson no palco para entregar o prêmio de Ator Coadjuvante. Tommy Lee Jones ou Phillip Seymour Hoffman?

23:10 – Uau! Christoph Waltz leva o prêmio por Django Livre!

23:11 – Agora, Kerry Washington e Dennis Quaid apresentam Melhor Atriz Coadjuvante em Série, Mini-série ou Filme de TV.

23:12 – Maggie Smith, por Downton Abbey. Desconheço, estou completamente por fora de assuntos de televisão, heeh.

23:13 – Comerciais. O prêmio está num ritmo bem rápido, nem mostram os clipes com atuações dos atores.

23:17 – E voltamos, com Don Cheadle apresentando Melhor Mini-Série ou Telefilme.

23:18 – Game Change é o vencedor.

23:20 – Agora vai Melhor Atriz em Mini-série ou Telefilme.

23:21 – Julianne Moore por Game Change. O Don Cheadle deu uma “trollada” épica, hahaha.

23:23 – Catherine Zeta-Jones apresenta Os Miseráveis.

23:24 – Mais um intervalo.

23:28 – E voltamos, com mais piadas das apresentadoras.

23:30 – Rosario Dawson sobe ao palco para apresentar O Exótico Hotel Marigold.

23:31 – Salma Hyek e Paul Rudd apresentam Melhor Ator em Série de Drama.

23:32 – Damian Lewis por Homeland.

23:34 – E agora, o prêmio de Melhor Série de Drama.

23:35 – Homeland é o vencedor. Nunca vi nenhuma das indicadas, apenas The Newsroom (que adoro).

23:37 – Pessoal fala muito bem dessa Homeland, assistirei quando tiver tempo.

23:38 – Mais um intervalo…

23:42 – John Goodman e Tony Mendez (o agente da CIA) apresentam Argo.

23:43 – Sr. Mendez, o microfone é mais pra esquerda…

23:44 – Jennifer Lopez e Jason Statham para Melhor Trilha Sonora!

23:45 – As Aventuras de Pi, por Mychael Danna é o vencedor.

23:46 – A trilha do Pi é bonitinha, mas Anna Karenina, Lincoln e Cloud Atlas são outro nível…

23:47 – Agora, Melhor Canção original. VAI SKYFALL!

23:48 – Fuck yeah! “Skyfall” de 007 – Operação Skyfall é o vencedor. Adele recebe o prêmio.

23:50 – E mais intervalos.

23:54 – Voltamos com Kiefer Sutherland e Jessica Alba para dar o prêmio de Melhor Ator em Mini-série ou Telefilme. Torço por Benedict Cumberbatch!

23:56 – Não foi dessa vez, Sherlock ‘-‘ Kevin Costner vence por Hastfields & McCoys.

23:58 – E o ex-presidente Bill Clinton sobe ao palco para apresentar Lincoln.

00:01 – Agora, Will Ferrell e Kristen Wiig apresentam Melhor Atriz em Filme de Comédia ou Musical.

00:05 – Apresentaram as indicadas duas vezes, nossa.

00:06 – E como já era de se esperar, Jennifer Lawrence vence por O Lado Bom da Vida.

00:07 – E bora pra mais intervalos.

00:12 – Voltamos, com Melhor Ator Coadjuvante em Série, Mini-série ou Telefilme.

00:13 – Ed Harris por Game Change é o vencedor.

00:14 – E sobe Jamie Foxx para apresentar o ótimo Django Livre.

00:15 – Jonah Hill (está engordando novamente, isso!) e Megan Fox vão apresentar o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante. Vai dar Hathaway!

00:15 – Anne Hathaway por Os Miseráveis. Ela parece estar ótima no papel.

00:17 – Não curto esse cabelo “Harry Potter” da Hathaway. Mas ela é linda.

00:18 – Mais um brake.

00:22 – Voltamos. Robert Pattinson e Amanda Seyfried apresentam Melhor Roteiro!

00:23 – E o vencedor é Quentin Tarantino por Django Livre!

00:25 – Curti. Django já tem 2 prêmios na estante…

00:27 – Agora, Melhor Ator em Série de Comédia.

00:28 – Don Cheadle vence por House of Lies.

00:29 – E mais um intervalo.

00:33 – Voltamos. Aí é demais, Schwarzenegger e Stallone no palco pra apresentar Melhor Filme Estrangeiro.

00:34 – E Amor é o vencedor, claro. Michael Haneke recebe o prêmio.

00:36 – Agora, o prêmio de Melhor Atriz em Série de TV Dramática.

00:37 – Claire Danes, por Homeland, é a vencedora.

00:40 – A quantidade de intervalos me surpreende…

00:44 – Voltamos com Sacha Baron Cohen (como ele mesmo).

00:46 – Ele apresenta os indicados a Melhor Animação. Frankenweenie?

00:47 – E a Pixar vai ressurgindo… Valente leva o prêmio.

00:48 – Liev Schreiber apresenta As Aventuras de Pi.

00:50 – Jason Bateman carrega Aziz Ansari para apresentar Melhor Atriz em Série de Comédia.

00:51 – Lena Dunham vence por Girls.

00:54 – E mais um intervalo.

00:58 – Voltamos…

00:59 – Robert Downey Jr. entra para apresentar uma homenagem à Jodie Foster.

01:03 – Jodie Foster, excelente atriz. Inesquecível em Taxi Driver.

01:12 – Que discurso longo, nossa. Intervalos.

01:16 – Halle Berry vai apresentar Melhor Diretor!

01:17 – Ben Affleck vence por Argo!

01:17 – Vocês viram o Tarantino cuspindo a bebida????

01:18 – Affleck merece a vitória. E certamente merecia ter sido indicado ao Oscar…

01:20 – Josh Brolin apresenta o divertidíssimo Moonrise Kingdom.

01:21 – Jay Leno e Jimmy Fallon no palco para entregar o prêmio de Melhor Série de Comédia ou Musical.

01:22Girls, da HBO, é a vencedora.

01:25 – Intervalos novamente. Get on with it…

01:29 – O Batman Christian Bale sobe ao palco para apresentar O Lado Bom da Vida.

01:30 – Jennifer Garner sobe ao palco para apresentar Melhor Ator em Filme de Musical ou Comédia.

01:31 – Hugh Jackman leva por Os Miseráveis. O cara também deve estar cantando muito…

01:34 – Mais comerciais, já está acabando…

01:38 – Voltamos! Jeremy Renner vai ao palco apresentar A Hora Mais Escura.

01:39 – Dustin Hoffman para entregar o prêmio de Melhor Filme de Comédia ou Musical.

01:41 – Os Miseráveis leva o prêmio, o terceiro da noite.

01:42 – Intervalos de novo!

01:46 – George Clooney sobe ao palco para apresentar Melhor Atriz em Filme de Drama. Chastain, who else?

01:47 – É isso aí: Jessica Chastain vence por A Hora Mais Escura.

01:50 – E Clooney continua, apresentando agora para Melhor Ator em Filme de Drama. Quem será?

01:51 – Daniel Day Lewis vence por Lincoln.

01:53 – Nice, o Oscar já é dele. Intervalo final!

01:57 – Julia Roberts chega para entregar o prêmio de Melhor Filme – Drama.

01:58 – E o vencedor é Argo! Dos que eu vi (Argo, Pi e Django), é meu preferido entre os indicados. Vitória merecida!

02:00 – E por hoje é só, até a próxima!

LISTA DOS VENCEDORES:

Cinema:

MELHOR FILME – DRAMA

Argo

MELHOR FILME – MUSICAL OU COMÉDIA

Os Miseráveis

MELHOR ATOR – DRAMA

Daniel Day-Lewis | Lincoln

MELHOR ATOR – MUSICAL OU COMÉDIA

Hugh Jackman | Os Miseráveis

MELHOR ATRIZ – DRAMA

Jessica Chastain | A Hora Mais Escura

MELHOR ATRIZ – MUSICAL OU COMÉDIA

Jennifer Lawrence | O Lado Bom da Vida

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Christoph Waltz | Django Livre

MELHOR ATRIZ COADJVANTE

Anne Hathaway | Os Miseráveis

MELHOR DIRETOR

Ben Affleck | Argo

MELHOR ROTEIRO

Django Livre

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

“Skyfall” | 007 – Operação Skyfall

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL

As Aventuras de Pi

MELHOR ANIMAÇÃO

Valente

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

Amor

TV:

MELHOR SÉRIE DE DRAMA

Homeland

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA OU MUSICAL

Girls

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE DRAMA

Damian Lewis – Homeland

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE DRAMA

Claire Danes – Homeland

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA OU MUSICAL

Don Cheadle – House of Lies

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA OU MUSICAL

Lena Dunham – Girls

MELHOR MINISSÉRIE OU TELEFILME

Game Change

MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU TELEFILME

Kevin Costner – Hatfields & McCoys

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU TELEFILME

Julianne Moore – Game Change

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE, MINISSÉRIE OU TELEFILME

Ed Harris – Game Change

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE, MINISSÉRIE OU TELEFILME

Maggie Smith – Downton Abbey

Os indicados ao OSCAR 2013

Posted in Prêmios with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , on 10 de janeiro de 2013 by Lucas Nascimento

85thacademy

E a Academia de Artes e Ciências de Hollywood enfim divulgou os indicados ao maior prêmio do Cinema! Confira:

MELHOR FILME

Amor

Argo

As Aventuras de Pi

Django Livre

A Hora mais Escura

Indomável Sonhadora

O Lado Bom da Vida

Lincoln

Os Miseráveis

MELHOR DIRETOR

Michael Haneke – Amor

Ang Lee – As Aventuras de Pi

David O. Russell – O Lado Bom da Vida

Steven Spielberg – Lincoln

Benh Zeitlin – Indomável Sonhadora

MELHOR ATOR

Bradley Cooper – O Lado Bom da Vida

Daniel Day-Lewis – Lincoln

Hugh Jackman – Os Miseráveis

Joaquin Phoenix – O Mestre

Denzel Washington – O Voo

MELHOR ATRIZ

Jessica Chastain – A Hora Mais Escura

Jennifer Lawrence – O Lado Bom da Vida

Emmanuelle Riva – Amor

Quvenzhané Wallis – Indomável Sonhadora

Naomi Watts – O Impossível

MELHOR ATOR COADJUVANTE

Alan Arkin – Argo

Robert DeNiro – O Lado Bom da Vida

Tommy Lee Jones – Lincoln

Phillip Seymour Hoffman – O Mestre

Christoph Waltz – Django Livre

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Amy Adams – O Mestre

Sally Field – Lincoln

Anne Hathaway – Os Miseráveis

Helen Hunt – As Sessões

Jacki Weaver – O Lado Bom da Vida

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Amor

Django Livre

A Hora Mais Escura

Moonrise Kingdom

O Voo

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Argo

As Aventuras de Pi

Indomável Sonhadora

O Lado Bom da Vida

Lincoln

MELHOR FILME ESTRANGEIRO

O Amante da Rainha

Amor

Kon-Tiki

No

War Witch

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

Detona Ralph

Frankenweenie

ParaNorman

Piratas Pirados!

Valente

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE

Anna Karenina

As Aventuras de Pi

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada

Lincoln

Os Miseráveis

MELHOR FOTOGRAFIA

007 – Operação Skyfall

Anna Karenina

As Aventuras de Pi

Django Livre

Lincoln

MELHOR FIGURINO

Anna Karenina

Branca de Neve e o Caçador

Espelho, Espelho Meu

Lincoln

Os Miseráveis

MELHOR MONTAGEM

Argo

As Aventuras de Pi

A Hora Mais Escura

O Lado Bom da Vida

Lincoln

MELHOR MAQUIAGEM

Hitchcock

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada

Os Miseráveis

MELHORES EFEITOS VISUAIS

As Aventuras de Pi

Branca de Neve e o Caçador

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada

Prometheus

Os Vingadores

MELHOR EDIÇÃO DE SOM

007 – Operação Skyfall

Argo

As Aventuras de Pi

Django Livre

A Hora Mais Escura

MELHOR MIXAGEM DE SOM

007 – Operação Skyfall

Argo

As Aventuras de Pi

Lincoln

Os Miseráveis

MELHOR TRILHA SONORA

007 – Operação Skyfall

Anna Karenina

Argo

As Aventuras de Pi

Lincoln

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

“Before my time” – Chasing Ice

“Everybody needs a best friend” – Ted

“Pi’s Lullaby” – As Aventuras de Pi

“Skyfall” – 007 – Operação Skyfall

“Suddenly” – Os Miseráveis

MELHOR DOCUMENTÁRIO

5 Broken Cameras

The Gatekeepers

How to survive a Plague

The Invisible War

Searching for Sugar Man

MELHOR DOCUMENTÁRIO CURTA-METRAGEM

Inocente

King’s Point

Mondays at Racine

Open Heart

Redemption

MELHOR CURTA-METRAGEM

Asad

Buzkashi Boys

Curfew

Death of a Shadow

Henry

MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO

Adam Dog

Avião de Papel

Fresh Guacamole

Head Over Heels

Maggie Simpson in the Longest Daycare

A cerimônia do Oscar acontecerá em 24 de Fevereiro. Aguardem, pois até lá teremos críticas dos indicados e especiais sobre as categorias aqui. Até lá!

| Django Livre | O divertido e sanguinário faroeste de Quentin Tarantino

Posted in Ação, Cinema, Comédia, Críticas de 2013, Faroeste, Indicados ao Oscar with tags , , , , , , , , , , , , on 9 de janeiro de 2013 by Lucas Nascimento

4.5

DJANGO UNCHAINED
Christoph Waltz é o Dr. King Schultz e Jamie Foxx é Django

Desde que estreiou na direção de longa-metragens em 1992 com Cães de Aluguel, Quentin Tarantino foi se mostrando um dos mais talentosos e influentes cineastas de seu tempo. Dono de um estilo único, seu currículo traz histórias de criminosos, noivas que lutam kung-fu e até um espetacular desvirtuamento da Segunda Guerra Mundial; e agora ele embarca no gênero com o qual vinha flertando há anos: o faroeste. E com Django Livre, adiciona mais uma pérola à sua filmografia.

Ambientado no sul dos EUA (por esse motivo, seria um equívoco classificar o longa como western) dois anos antes da Guerra Civil, a trama segue o recém-libertado escravo Django (Jamie Foxx) e o caçador de recompensas alemão Dr. King Schultz (Christoph Waltz) em uma série de caçadas por procurados pelo país. Posteriormente, a dupla deverá invadir a fazenda do desprezível Calvin Candie (Leonardo DiCaprio) a fim de resgatar a esposa de Django, Bruhmilde (Kerry Washington).

Em todas as suas obras, Tarantino mostra o quão vasto é seu repertório cultural (fruto de seus anos como balconista de locadora) e estas sempre vêm recheadas de referências, especialmente em sua escolha musical. Logo em seus segundos iniciais (onde vale destacar o uso de um logo antigo da Columbia Pictures) acompanhamos uma marcha de escravos ao som do tema de Django, western spaghetti que serve como uma das muitas inspirações do filme e na metade da projeção, uma “participação amigável” de Franco Nero, astro do mesmo. E a escolha musical no restante da projeção é das mais inspiradas: de Ennio Morricone a Johnny Cash, até o estilo black e hip-hop, a trilha incidental é mais uma pérola do cineasta.

Trazendo também sutis referências temáticas (minha preferida envolve um dos personagens associando involuntariamente o sofrimento com uma música de Bethoveen, remetendo ao protagonista de Laranja Mecânica), a trama do longa começa a se desenrolar de forma simples. Não há um elemento estilístico agressivo como o de Pulp Fiction ou reviravoltas históricas como a de Bastardos Inglórios, mas a narrativa segue um rumo divertido e agradável (ainda que instável em alguns momentos, mas chegaremos a isso depois), graças à bem construída relação entre os dois protagonistas e a química de seus intérpretes.

Surgindo novamente impecável – e mostrando que Tarantino talvez seja o único capaz de explorar seu potencial ao máximo – Christoph Waltz faz de King Schultz uma figura memorável e é admirável a postura cortês que lhe é conferida (sua dicção ao proclamar as palavras de um vocabulário acertadíssimo, aliadas a expressões em alemão e francês, é espetacular), mantendo-a até mesmo quando a violência é a única alternativa restante; como fica claro na cena em que executa um sujeito ameaçador de forma controlada e ainda lhe explica o motivo de suas ações.

De forma similar, o Django de Jamie Foxx também surge como uma implacável máquina de matar, mas também é muito interessante observar como o ator constrói suas camadas mais suaves. Vítima da escravidão e obcecado em encontrar sua esposa Bruhmilde, percebe-se um silêncio nas atitudes do personagem e ainda assim, uma chama de esperança; reparem em como sua empolgação quase infantil (e também na forma como se senta) quando Schultz se prepara para contar-lhe uma história ou sua felicidade ao descobrir que poderá escolher suas próprias vestimentas. Mas não desconfiem das habilidades de Django como pistoleiro, ou de seu poder de persuasão.

DJANGO UNCHAINED
Leonardo DiCaprio é Calvin J. Candie

E é graças a essa dupla extremamente carismática que o longo primeiro ato do longa funciona, já que a primeira “missão” dos dois é simples e serve mais como apresentação de ambos, perdendo considerável parte do tempo em algumas sequências desnecessárias. Por exemplo, a cena em que um grupo Ku Klux Klan discute a ineficácia de suas máscaras é uma das mais engraçadas de todo o filme, mas não apresenta uma justificativa para estar aqui, já que tais personagens simplesmente aparecem e desaparecem da história sem propósito algum. Quando Django e Schultz partem para o resgate de Bruhmilde (e Tarantino faz belo uso de um letreiro retrô para ilustrar a passagem do tempo, logo seguido de outro que traz a localização da dupla com letras grandes e ameaçadoras, enfatizando o perigo que enfrentarão), a trama encontra seu principal objetivo e encontra um antagonista marcante na forma de Leonardo DiCaprio.

Vivido pelo ator de forma brilhantemente repulsiva, Calvin Candie é mais uma personagem que surpreende com suas explosões de violência (a cena do martelo, preparem-se para a fúria!), fruto de um aborrecido narcisismo que por sua vez pode ser consequência da bajulação que este teve em toda sua vida (observe como um de seus empregados o parabeniza pelo simples fato de este ter conseguido assinar uma carta sozinho), mas também podendo ser facilmente repreendido por sua irmã, uma das únicas figuras que este claramente respeita. A outra seria Stephen, seu ajudante pessoal, vivido por Samuel L. Jackson de uma forma que nunca o havíamos visto: extremamente caricato, mas muito (muito) engraçado.

E ainda que Django Livre seja um filme muito divertido, ele tem a capacidade de chocar com suas fortes cenas que retratam a opressão a escravos. A cena em que uma personagem é retirada de uma “hot box” é particularmente difícil de se assistir, principalmente por acompanharmos a reação de outros envolvidos na cena e pela direção segura de Tarantino, que retrata o momento sem maneirismos ou efeitos cômicos (algo raro em sua carreira): real e cru. Nesse sentido, é importante ressaltar também o uso excessivo da palavra “nigger” (traduzida pela legenda como “crioulo”) um termo pejorativo, mas cuja presença é necessária para retratar o fluxo do racismo presente na época em questão.

Movendo-se com um bom ritmo até uma conclusão um tanto exagerada, Django Livre é mais um ótimo trabalho de Quentin Tarantino, e ainda que não alcance a perfeição de Bastardos Inglórios ou Pulp Fiction, comprova a facilidade do diretor em navegar com seu estilo através de diferentes gêneros. Vejamos o que ele vai aprontar a seguir…

Obs: Esta crítica foi publicada após a cabine de imprensa do filme, realizada no dia 8 de Janeiro no shopping Pátio Paulista.

Obs II: Há uma curta, porém divertida, cena após os créditos finais.

Obs III: Como de costume, Tarantino participa do filme. E por um bom tempo, até.

Indicados ao BAFTA 2013

Posted in Prêmios with tags , , , , , , , , , , , , , on 9 de janeiro de 2013 by Lucas Nascimento

BAFTA-2013

Conhecido popularmente como o “Oscar britânico”, o BAFTA (British Academy of Films, Televison and Art) divulgou seus indicados para 2013. Confira:

Melhor Filme

Argo

As Aventuras de Pi

A Hora Mais Escura

Lincoln

Os Miseráveis

Melhor Filme Britânico

 007 – Operação Skyfall

Anna Karenina

O Exótico Hotel Marigold

Os Miseráveis

Sete Psicopatas e um Shih Tzu

Melhor Estreia de um Diretor, Produtor ou Roteirista Britânico

Bart Layton (Diretor), Dimitri Doganis (Produtor) – O Impossível

David Morris (Diretor), Jacqui Morris (Diretor, Produtor) – McCullin

Dexter Fletcher (Diretor, Roteirista), Danny King (Roteirista) – Wild Bill

James Bobin (Diretor) – Os Muppets

Tina Gharavi (Diretor, Roteirista) – I Am Nasrine

Melhor Diretor

Ben Affleck – Argo

Kathryn Bigelow – A Hora Mais Escura

Michael Haneke – Amor

Ang Lee – As Aventuras de Pi

Quentin Tarantino – Django Livre

Melhor Ator

Ben Affleck – Argo

Bradley Cooper – O Lado Bom da Vida

Daniel Day-Lewis – Lincoln

Hugh Jackman – Os Miseráveis

Joaquin Phoenix – O Mestre

Melhor Atriz

Jessica Chastain – A Hora Mais Escura

Marion Cottilard – Ferrugem e Osso

Jennifer Lawrence – O Lado Bom da Vida

Hellen Mirren – Hitchcock

Emmanuelle Riva – Amor

Melhor Ator Coadjuvante

Alan Arkin – Argo

Javier Bardem – 007 – Operação Skyfall

Tommy Lee Jones – Lincoln

Phillip Seymour Hoffman – O Mestre

Christoph Waltz – Django Livre

Melhor Atriz Coadjuvante

Amy Adams – O Mestre

Judi Dench – 007 – Operação Skyfall

Anne Hathaway – Os Miseráveis

Sally Field – Lincoln

Helen Hunt – As Sessões

Melhor Roteiro Original

Amor

 Django Livre

A Hora Mais Escura

O Mestre

Moonrise Kingdom

Melhor Roteiro Adaptado

 Argo

As Aventuras de Pi

Indomável Sonhadora

O Lado Bom da Vida

Lincoln

 

Melhor Filme de Animação

 Frankenweenie

ParaNorman

Valente

Melhor Filme Não Falado em Inglês

 Amor

A Caçada

Ferrugem e Osso

Headhunters

Intocáveis

Melhor Direção de Arte

 007 – Operação Skyfall

Anna Karenina

As Aventuras de Pi

Lincoln

Os Miseráveis 

Melhor Fotografia

 007 – Operação Skyfall

Anna Karenina

As Aventuras de Pi

Lincoln

Os Miseráveis

Melhor Figurino

 Anna Karenina

Branca de Neve e o Caçador

Grandes Esperanças

Lincoln

Os Miseráveis

Melhor Montagem

007 – Operação Skyfall

Argo

As Aventuras de Pi

Django Livre

A Hora Mais Escura

Melhor Trilha Sonora

 007 – Operação Skyfall

Anna Karenina

Argo

As Aventuras de Pi

Lincoln

Melhor Som

007 – Operação Skyfall

As Aventuras de Pi

Django Livre

Hobbit: Uma Jornada Inesperada

Os Miseráveis

Melhor Maquiagem/Cabelo

 Anna Karenina

Hitchcock

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada

Lincoln

Os Miseráveis

Melhores Efeitos Visuais

As Aventuras de Pi

Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge

O Hobbit: Uma Jornada Inesperada

Prometheus

Os Vingadores

Melhor Curta-Metragem

The Curse

Good Night

Swimmer

Tumult

The Voorman Problem

Melhor Curta-Metragem de Animação

Here to Fall

I’m Fine Thanks

The Making of Longbird

Melhor Estrela em Ascenção

Elizabeth Olsen

Andrea Riseborough

Suraj Sharma

Juno Temple

Alicia Vikander

Os vencedores serão anunciados em 10 de Fevereiro.