Arquivo para estereótipos

| A Mentira | Muito prazer, Emma Stone

Posted in Comédia, Críticas de 2011, DVD with tags , , , , , , , , , , on 15 de abril de 2011 by Lucas Nascimento


Dizem por aí: Emma Stone transpira talento nessa divertida comédia

Sejamos francos: as comédias adolescentes da atualidade não tem a mesma qualidade das oitentistas, especialmente os filmes de John Hughes, que ofereciam algum conteúdo e retrato de sua geração. Raramente encontramos esse tipo de trabalho hoje, com A Mentira sendo mais um belo exemplo, honrando o gênero e apresentando o carisma extraordinário de Emma Stone.

Lançado diretamente em DVD/Blu-ray, o filme é sobre a jovem Olive que, numa tentativa de conquistar popularidade em seu colégio, espalha diversos rumores polêmicos que a  envolvem com outros alunos, ganhando fama de “vadia”.

Vamos direto ao ponto: Emma Stone é sensacional. Dona de uma beleza inquestionável, a atriz que ficou conhecida por papeis pequenos em Superbad e Zumbilândia finalmente brilha no papel principal de Olive, oferencendo uma dose gigantesca de talento e charme, em uma performance magnética e radiante, que merecia um destaque maior nas premiações…

Mas grande mérito dessa personagem vem do roteiro de Bert V. Royal, que desenvolve-a corretamente e traça suas personalidade de maneira original, incluindo aí diversas críticas a comportamentos e hábitos da geração; como o uso babaca de redes sociais, extremismo religioso e alguns estereótipos – que, admito, ganham tratamento caricato em determinados momentos.

Vale destaque também para os coadjuvantes, bem represntados por Stanley Tucci e Thomas Haden Church, mas infelizmente o roteiro não encontra espaço o suficiente para estes ou suas (interessantes) linhas narrativas; o que é benéfico para que o foco seja em Olive, mas prejudicial quando a montagem final – que apresenta uma nostálgica homenagem a clássicos oitentistas – insere conclusões apressadas para suas tramas. Fica meio vazio.

Visualmente criativo, o diretor Will Gluck acerta nos recursos narrativos, principalmente aquele sobre a alastração da fofoca nos colégios. Mas mais do que isso, entregou uma comédia divertida e mostrou o imenso talento de Emma Stone, que mostra grande potencial para Hollywood. Não é mentira.