Arquivo para fox

| Quarteto Fantástico | Crítica

Posted in Adaptações de Quadrinhos, Aventura, Cinema, Críticas de 2015, Ficção Científica with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on 5 de agosto de 2015 by Lucas Nascimento

2.5

fant4stic
Jamie Bell, Michael B. Jordan, Miles Teller e Kate Mara são as novas caras (ou costas) do Quarteto

Há uma década atrás, a Fox lançava sua primeira tentativa blockbuster (o de Roger Corman é trash demais) de lançar o Quarteto Fantástico nos cinemas. Ainda que de qualidade bem duvidosa, os dois filmes dirigidos por Tim Story conseguiam divertir com seu humor pastelão e trama macarrônica num adorável guilty pleasure, mas foram incapazes de sustentar uma franquia duradoura. Agora, seguindo uma linha mais dark e realista, o grupo da Marvel tenta se reinventar pelas mãos de Josh Trank.

A trama faz algumas mudanças na história original, trazendo os personagens da fase adulta para adolescente. Reed Richards (Miles Teller) trabalha com o amigo Ben Grimm (Jamie Bell) numa teoria para tornar possível o teletransporte e viagens interdimensionais. Com a ajuda de uma equipe formada pelos irmãos Sue (Kate Mara) e Johnny Storm (Michael B. Jordan) e o desconfiado Victor Von Doom (Toby Kebbell), o grupo consegue acesso a outra dimensão, onde ganham poderes bizarros que mudam suas vidas.

Depois de Josh Trank ter dirigido o ótimo Poder Sem Limites e um elenco realmente fantástico ter sido escolhido, é difícil de acreditar que este novo Quarteto consiga ser tão burocrático. O roteiro de Simon Kinberg, Jeremy Slater e o do próprio Trank empolga por se debruçar em uma abordagem mais científica do assunto, tanto que sua eficiente primeira metade funciona bem como uma ficção científica e até impressiona por algumas decisões visuais: o primeiro vislumbre dos poderes é quase amedrontador, com a imagem de um Johnny aparentemente morto sendo engolido por chamas ou o corpo de Reed sendo esticado à força em uma mesa cirúrgica. Porém, são apenas bons momentos encontrados numa narrativa sem vida, que pouco empolga e arrisca.

As relações entre cada membro do Quarteto falham ao provocar autenticidade, como se não houvesse química entre o elenco. Miles Teller se sai bem porque seu personagem tem o maior destaque, mas sua amizade com Jamie Bell é forçadíssima (aliás, o ator surge com uma imutável expressão cansada durante toda a projeção, e seu Coisa digital não é dos mais expressivos) e o pseudo romance com Kate Mara, nada convincente. Poxa, nem o carismático Michael B. Jordan tem a chance de brilhar aqui, já que seu Johnny é constantemente jogado em segundo plano, e me ficou a impressão de que o ator realmente se esforçava – mas parecia forçado a ficar no piloto automático. E mesmo que o Doom de Toby Kebbell seja muitíssimo bem introduzido e explorado, sua transição para vilão megalomaníaco é risível, e um dos grandes fatores que expõem os problemas de bastidores que assombraram seu pré-lançamento.

Se levar em conta o que vemos em tela, certamente a Fox teve problemas para concluir o filme, e não ficaria surpreso se os rumores de refilmagens fossem reais. Trank começa a narrativa muito bem, mas raramente vemos ali o mesmo cara que impressionou com a crueza e espetáculo em Poder sem Limites, trazendo cenas de ação tediosas (o clímax com o Dr. Destino é um dos mais apressados e sem energia que já vi na vida) e até uma montagem problemática que parece unir cenas desconexas: um tempo maior de silêncio entre um momento tenso para outro seria necessário aqui e ali, e é um claro sinal de problemas quando a trama salta 1 ano num momento crítico, ignorando desenvolvimento de personagens e a relação destes com seus poderes. A unica exceção é quando Dr. Destino acorda pela primeira vez, e seu violento e sangrento ataque ajuda a acordar o espectador.

Nos quesitos técnicos, é competente, ainda que nada muito espetacular. É interessante observar como as chamas digitais cobrem com detalhes o uniforme do Tocha Humana, assim como o detalhe de preencher o traje do Sr. Fantástico de argolas e do Coisa surgir numa espécie de casulo de pedra. Aliás, as justificativas para cada um dos poderes são verossímeis, como as rochas que entram na cápsula de Ben ou o fogo que invade a de Johnny durante o teletransporte de ambos, e até o visual do próprio Destino; quase como um A Mosca mais controlado.

Mesmo que surja com nomes talentosos e boas intenções, o novo Quarteto Fantástico é um filme esquecível e que infelizmente não consegue fazer muito além do básico, se perdendo numa trama sem graça com personagens pouco carismáticos.

E aí Fox, quarta vez é a da sorte?

Obs: Esse filme não é em 3D. Glória, pelo menos isso.

O “trailer do trailer” de DEADPOOL

Posted in Trailers with tags , , , , , on 3 de agosto de 2015 by Lucas Nascimento

deadpool_03

Essa nova estratégia de fornecer prévias dos lançamentos de trailers é bem descartável, e por isso mesmo nunca divulgo esse tipo de vídeo por aqui. Porém, a Fox usou bem esse formato para apresentar a primeira prévia de Deadpool, que traz o Mercenário Falastrão de Ryan Reynolds apresentando seu filme.

Confira:

O trailer completo será lançado oficialmente amanhã.

Deadpool estreia em 11 de Fevereiro de 2016.

Matthew Vaughn pode dirigir adaptação de FLASH GORDON

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , , , on 15 de abril de 2015 by Lucas Nascimento

Flash-Gordon

Se depois de Kick-Ass: Quebrando Tudo, X-Men: Primeira Classe e Kingsman: Serviço Secreto você ainda não sabe quem é Matthew Vaughn, shame on you. O imensamente talentoso diretor de todos esses filmes (e também os eficientes Nem Tudo é o que Parece e Stardust – O Mistério da Estrela) agora parece estar em negociações para dirigir o filme de Flash Gordon que a Fox prepara.

A nova adaptação dos quadrinhos de Alex Raymond terá roteiro de J.D. Payne e Patrick McKay (se Vaughn entrar, certamente trará sua colega Jane Goldman junto). Pra quem não sabe, a história gira em torno de um quarterback do New York Jets que é lançado ao espaço, onde enfrenta inimigos intergalácticos.

Prato CHEIO pra o sr. Vaughn, que enfim poderá brincar com o space opera.

Nada confirmado ainda. Vamos torcer para acontecer.

15672-the-kick-ass-career-of-matthew-vaughn

Neill Blomkamp vai dirigir novo filme de ALIEN

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , on 18 de fevereiro de 2015 by Lucas Nascimento

Elysium - Jul 2013

Uau.

Há alguns meses atrás, o cineasta sul-africano Neill Blomkamp (de Distrito 9, Elysium e Chappie) divulgou em sua conta do Instagram artes conceituais do que parecia ser um novo filme de franquia Alien. Ele depois explicou que a Fox tinha interesse nesse possível projeto, o qual teria discutido com Sigourney Weaver durante as gravações de Chappie.

Agora, o diretor voltou a falar do assunto, publicando em sua rede social uma foto do alien xenomorfo, com a legenda: “então… Eu acho que este é oficialmente meu próximo filme”.

A Fox não soltou nenhum pronunciamento oficial, mas os rumores de que o projeto vai acontecer são fortes, valendo lembrar que o estúdio ainda mantém a continuação de Prometheus em desenvolvimento com Ridley Scott.

Vamos aguardar por novidades, mas Blomkamp já provou que entende muito bem como se faz uma ficção científica.

Confira abaixo as artes conceituais da conta de Neill Blomkamp:

alien

alien2

alien3

alien4

alien5

alien6

Uau.

DEADPOOL enfim vai acontecer

Posted in Notícias with tags , , , , , , , on 18 de setembro de 2014 by Lucas Nascimento

tumblr_static_deadpool_by_arrcs-d6j6l8e

Caraca, não pensei que viveria pra ver este dia. Depois de anos e mais anos em desenvolvimento, a Fox FINALMENTE deu luz verde para Deadpool, o derivado dos X-Men que estrela o mercenário fanfarrão Wade Wilson. O personagem foi interpretado por Ryan Reynolds em X-Men Origens: Wolverine, mas não terá ligação alguma com o filme, e ainda não foi definido se o ator reprisará o papel.

Tim Miller dirigirá o filme, que tem roteiro de Rhett Reese e Paul Wernick e estreia marcada para 12 de  Fevereiro de 2016. A data longe do verão americano sugere que o estúdio vai mesmo abraçar a ideia de uma censura mais alta, fator essencial para o sucesso do personagem.

Vamos aguardar por mais novidades.

Trailer final de X-MEN: DIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO

Posted in Trailers with tags , , , , , , , , , on 16 de abril de 2014 by Lucas Nascimento

20140416-092145.jpg

Nesta madrugada, a Fox divulgou o trailer final de uma de suas apostas para 2014: X-Men: Dias de um Futuro Esquecido, que marca o retorno do diretor Bryan Singer e o encontro entre o elenco original com aquele de X-Men: Primeira Classe.

E esta é provavelmente a melhor das três prévias. Concentra-se na viagem no tempo de Wolverine e detalha melhor a trama – além de trazer diversas cenas inéditas. Confira:

X-Men: Dias de um Futuro Esquecido estreia em 22 de Maio.

Conheça o novo QUARTETO FANTÁSTICO

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , , , , on 20 de fevereiro de 2014 by Lucas Nascimento

f4
Miles Teller, Michael B. Jordan, Kate Mara e Jamie Bell

Depois de meses e meses de especulações e rumores, a Fox enfim lança o comunicado oficial para os protagonistas do novo Quarteto Fantástico, reboot que será comandado por Josh Trank (do ótimo Poder sem Limites). E os escolhidos são Miles Teller (The Spectacular Now), Michael B. Jordan (Fruitvale Station), Kate Mara (irmã da Rooney Mara, vista recentemente em House of Cards)  e Jamie Bell (As Aventuras de TintimNinfomaníaca) como, respectivamente, Sr. Fantástico, Tocha Humana, Mulher Invisível e Coisa (que será criado digitalmente).

Um ótimo elenco reunido, e que certamente surpreende por sua faixa etária (consideravelmente mais baixa do que a da versão anterior).

Quarteto Fantástico estreia em 19 de Junho de 2015.