Arquivo para james mcavoy

O primeiro trailer de X-MEN: APOCALIPSE

Posted in Trailers with tags , , , , , , , , , , on 11 de dezembro de 2015 by Lucas Nascimento

apocalipse_02

O grande vilão dos X-Men enfim revela sua cara. Confira o primeiro trailer de X-Men: Apocalipse, onde James McAvoy une todos os mutantes para combater o poderoso vilão de Oscar Isaac.

Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Nicholas Hoult, Rose Byrne, Lucas Till e Evan Peters retornam para o elenco, que acrescenta Sophie Turner, Olivia Munn, Tye Sheridan, Kodi Smith-McPhee, Alexandra Shipp e Lana Condor. Bryan Singer dirige.

X-Men: Apocalipse estreia em 19 de Maio de 2016.

Kodi Smith-McPhee como Noturno em X-MEN: APOCALYPSE

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , , , , , on 27 de abril de 2015 by Lucas Nascimento

As gravações de X-Men: Apocalypse estão para começar, e o diretor Bryan Singer soltou a primeira imagem de Kodi Smith-McPhee como o mutante Noturno, que fora interpretado por Alan Cunning no filme de 2003. Confira:

night

Lembrando que o filme seguirá os eventos de Dias de um Futuro Esquecido, ambientando-se em 1983. Michael Fassbender (Magneto), James McAvoy (Charles Xavier), Jennifer Lawrence (Mística), Nicholas Hoult (Fera), Rose Byrne (Moira MacTaggert), Lucas Till (Destrutor) e Evan Peters (Mercúrio) retornam. Não foi confirmada a presença de Hugh Jackman como Wolverine.

Oscar Isaac (Apocalipse), Olivia Munn (Psylocke), Sophie Turner (Jean Grey), Tye Sheridan (Ciclope), Alexandra Shipp (Tempestade), Lana Condor (Jubilee) e Ben Hardy (Anjo) são as novas adições. Há rumores sobre uma aparição de Channing Tantum como Gambit.

X-Men: Apocalypse estreia em 19 de Maio de 2016.

| Dois Lados do Amor | Crítica

Posted in Cinema, Críticas de 2015, Drama, Romance with tags , , , , , , , , , , , on 13 de março de 2015 by Lucas Nascimento

2.5

TheDisappearanceofEleanorRigby
James McAvoy e Jessica Chastain

A ideia para este Dois Lados do Amor é sensacional. O diretor e roteirista estreante Ned Benson já chega mirando alto ao produzir dois longa-metragens sobre um casal, concentrando cada um no ponto de vista de determinado persoagem, e um terceiro que compile ambas as narrativas. Uma pena ver uma iniciativa tão estimulante render uma obra esquecível e ordinária.

A trama acompanha Eleanor Rigby (Jessica Chastain) e seu marido Conor (James McAvoy), que têm uma crise na relação após a morte repentina de seu primeiro filho. Eleanor acaba fugindo para a casa dos pais e tenta recomeçar ao se matricular numa faculdade comunitária, enquanto Conor luta para manter seu bar local funcionando.

Para fazer esta crítica, optei por mergulhar na “experiência” de Eleanor Rigby (incluindo ouvir a música dos Beatles, mas não ajudou muito) e assistir aos três filmes de Benson: “Him”, “Her” e “Them”. Logo percebi que não foi uma decisão tão sábia, já que comecei com a versão em cartaz nos cinemas – que compila as duas histórias – e logo parti para as versões individuais, e foi como assistir a um corte estendido do longa, mas dividido. São as mesmas cenas, os mesmos diálogos, com exceção de um único evento que ocorre de forma bem diferente em cada versão (e o fato de vermos interpretação X no corte “Them” revela qual deles fala a verdade…) e a conclusão geral da história, que se expande em “Her”.

Dito isso, o único atrativo dos cortes individuais é ver como Benson dirige algumas cenas de forma diferente, mudando a perspectiva de acordo com o personagem. O diretor de fotografia Christopher Blauvelt também tem trabalho, já que a temperatura da cor de cada narrativa também muda, com Rigby assumindo uma paleta mais quente e Conor, uma fria; não faz tanto sentido, além do ponto de vista estético, já que ambas as histórias são melancólicas e depressivas à sua maneira, mas pelo menos ajuda a diferenciar uma da outra…

Mas Benson erra naquilo que deveria sustentar todo esse trabalho mirabolante, que é justamente ter uma história forte que justifique a existência de três filmes. Em suma, Dois Lados do Amor é excessivamente melancólico, parado e sem personagens interessantes que nos façam querer passar mais de 3 horas ao seu lado. Rigby e Conor são minimamente interessantes graças às ótimas performances de Jessica Chastain e James McAvoy, que também convencem como um casal em crise. O único momento que se sobressai é o monólogo em que o pai de Rigby (William Hurt, muito bem numa performance contida) revela um episódio sombrio de seu passado.

Dois Lados do Amor tem uma proposta empolgante, mas que infelizmente é destruída por um roteiro mediano e sem graça, carregado apenas pelas ótimas atuações de seu elenco e uma direção esperta. Triste ver a ousada execução prejudicada pelo elemento mais básico.

Os novos X-Men de APOCALYPSE

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , , , , , on 23 de janeiro de 2015 by Lucas Nascimento

A pré-produção de X-Men: Apocalypse vai rolando a todo vapor, e o diretor Bryan Singer divulgou em seu Twitter os novos integrantes – ou versões jovens – do grupo mutante:

Sophie Turner é Jean Grey

tu

Alexandra Shipp é Tempestade

sjipp

Tye Sheridan é Ciclope

tye-sheridan-70th-venice-film-festival-06

Escolhas interessantes… A trama do filme se ambientará nos anos 80, e trará a equipe de Charles Xavier (James McAvoy) enfrentando o mutante Apocalypse (papel de Oscar Isaac). Michael Fassbender, Jennifer Lawrence, Hugh Jackman, Nicholas Hoult, Channing Tatum e Evan Peters estão no elenco.

X-Men: Apocalypse estreia em 27 de Maio de 2016.

Análise Blu-ray | X-MEN: DIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO – Edição de Colecionador

Posted in Análise Blu-ray with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on 10 de outubro de 2014 by Lucas Nascimento

xm

O Filme

x10

Um dos melhores filmes de 2014 até o momento, X-Men: Dias de um Futuro Esquecido é certamente uma das produções de quadrinhos mais megalomaníacas já lançadas até hoje. Traz viagem no tempo para juntar a trilogia original dos mutantes com o elenco de X-Men: Primeira Classe, e o resultado é um épico de ação equilibrado e que impressiona pelo cuidado e tempo dedicado a trabalhar o lado dramático/emocional de seus personagens coloridos, ao mesmo tempo em que diverte e entretém. Filmaço. Crítica

Cenas Excluídas

3.0

x4

Muito se falou sobre a diminuição da Vampira de Anna Paquin em Dias de um Futuro Esquecido. A notícia ruim é que o blu-ray não traz nenhum material relacionado à mutante, mas a notícia boa é que a Fox já anunciou uma versão estendida do filme para o ano que vem, que trará mais cenas da personagem. Já o material apresentado aqui é bem pobre, rendendo míseros 5 minutos de cenas inéditas e nenhuma delas é verdadeiramente interessante. Tem beijo do Wolverine e Tempestade, uma conclusão mais explicitada para Bolívar Trask e algumas tomadas alternativas.

Sequência da Cozinha

4.0

x7

Se você achou que tinha algo a ver com a fantástica cena protagonizada pelo Mercúrio no filme, enganou-se. Aqui é meio que um divertido fun fact, onde o diretor Bryan Singer explica que, devido a problemas de úlcera, adotou uma voz fina e irritante para dirigir uma cena do filme. Jennifer Lawrence cai na risada e a cena acaba fora do corte final, podendo ser conferida no próprio extra. A cena em questão traz Mística conversando com Xavier, Fera e Wolverine na cozinha da Mansão X.

Erros de Gravação

4.5

x2

Certamente o elemento mais divertido do blu-ray, a montagem de erros de gravação é excelente. Já havia caído na internet há algumas semanas, mas vale conferir novamente momentos como os tropeços, cadeiras de roda danificadas e os duelos de James McAvoy contra um mosquito que insiste em voar ao redor de sua cabeça.

Tomada Dupla: Xavier & Magneto

4.0

x6

O primeiro extra especificamente sobre o filme é centrado na relação entre Charles Xavier e Magneto. Mais precisamente, como os personagens mudaram no intervalo de tempo entre Primeira Classe e Dias de um Futuro Esquecido. O roteirista Simon Kinberg tem um destaque especial ao mergulhar mais fundo nas respectivas histórias, mas temos ainda entrevistas com James McAvoy e Michael Fassbender, que comentam sobre suas performances e o quão importante foi honrar o trabalho de Patrick Stewart e Ian McKellen – especialmente o Professor X, já que Kinberg afirma que o novo filme é especialmente sobre o telepata (enquanto Primeira Classe fora sobre o Mestre do Magnetismo).

X-Men: Reunidos

4.0

x8

Aqui, o foco fica na reunião do elenco da trilogia X-Men original, que traz de volta Hugh Jackman, Halle Berry, Ellen Page, Shawn Ashmore, Patrick Stewart e Ian McKellen para seus icônicos papéis. Bryan Singer e os intépretes comentam o clima de camaradagem, a diversão e a interação com o novo elenco liderado por McAvoy, Fassbender e Jennifer Lawrence.

Classificação: M

4.5

x1

Talvez o grande ápice do disco, o extra explica um pouco mais sobre os principais novos mutantes de Dias de um Futuro Esquecido. O Bishop de Omar Sy, Apache de Booboo Stewart, Blink de Fan Bingbing, Mancha Solar de Adan Canto e, claro, o Mercúrio de Evan Peters têm seus poderes e histórias detalhados, assim como entrevistas com técnicos de efeitos visuais e sonoplastas sobre a lógica visual de seus poderes. O making of da já famosa cena do Mercúrio em tempo congelado no Pentágono é um dos destaques.

Sentinelas: Para um Futuro Seguro

4.0

x3

Na mesma estrutura dos featurettes anteriores, só que concentrando-se nas Sentinelas. Em cerca de 10 minutos, conhecemos o processo de criação dos temíveis robôs exterminadores do filme, assim como a lógica de sua funcionalidade (a troca de poderes, por exemplo) e o trabalho da equipe de efeitos visuais e som para adaptá-los ao live action de forma respeitável e assustadora.

Galeria: As Indústrias Trask

3.0

x9

Aqui, temos algumas galerias com material complementar ao filme. Projetos das primeiras Sentinelas, autópsia de mutantes e outros documentos. Divertidinho, mas nada extraordinário.

Trailers

3.5

x11

Bem, são trailers. Traz os três principais exibidos no circuito comercial.

Espiadinha em Êxodo: Deuses e Reis

exodus_07

Promovendo um de seus grandes lançamentos de 2014, a Fox traz um videozinho de 1 minuto de Êxodo: Deuses e Reis, grandioso filme de Ridley Scott que traz Christian Bale na pele de Moisés. Dá pra observar como a escala da produção é gigantesca…

Nota Geral: 3.5

A edição de colecionador de X-Men: Dias de um Futuro Esquecido traz uma bela embalagem e uma qualidade de apresentação invejável, incluindo aí o ótimo uso de 3D do filme. Peca nos extras, que poderiam ser mais aprofundados: um comentário em áudio com Bryan Singer ou detalhes sobre a recriação da década de 70 seriam interessantes. Mas enfim, vale para ter o ótimo filme em casa.

Preço: R$ 99,90

Trailer internacional de THE DISAPPEARANCE OF ELEANOR RIGBY

Posted in Trailers with tags , , , , , , , , , , , , on 14 de agosto de 2014 by Lucas Nascimento

eleanor_02

Há uns meses atrás falei aqui sobre The Disappearance of Eleanor Rigby, um curioso projeto que oferecia três filmes para a mesma história: um deles sob o ponto de vista da personagem de Jessica Chastain (Her), o outro sob o de James McAvoy (Him) e o último sendo uma junção dos dois (Them). O novo trailer que foi produzido para o mercado chinês ilustra melhor essa ideia, e é interessante reparar em como a mesma cena (em tela dividida, no vídeo) é a filmada, fotografada e colorida de forma diferente. Confira:

Acho isso muito, muito bacana. Só fica a dúvida de como as distribuidoras vão se virar pra lançar o filme. As três versões? Apenas a versão Them, com um possível lançamento em home video da Her e Him? Fica o mistério.

The Disappearance of Eleanor Rigby (acredito que a versão Them) estreia em 12 de Setembro nos EUA.

Conheça THE DISAPPEARANCE OF ELEANOR RIGBY

Posted in Trailers with tags , , , , , , , , , , on 27 de junho de 2014 by Lucas Nascimento

the-disappearance-of-eleanor-rigby-jessica-chastain-james-mcavoy1

Acaba de sair o trailer de um dos lançamentos mais promissores de 2014. The Disappearance of Eleanor Rigby conta uma história de romance entre James McAvoy e Jessica Chastain, mas o diferencial é que a trama do diretor Ned Benson rendeu três filmes: um sob o ponto de vista do homem, outro da mulher e um de ambos.

É certamente um experimento fascinante, e o trailer divulgado (ovacionado por críticas do Festival de Toronto) só aumenta a curiosidade. Confira:

The Disappearance of Eleanor Rigby estreia nos EUA em 26 de Setembro.