Arquivo para melissa leo

Veja Joseph Gordon-Levitt como Edward Snowden

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , , , , , , , on 3 de março de 2015 by Lucas Nascimento

10904427_970040826352915_237107571140224753_o

Além de retratar o famoso ato de Phillipe Petit em A Travessia, de Robert Zemeckis, Joseph Gordon-Levitt também viverá o polêmico Edward Snowden em uma cinebiografia de Oliver Stone, batizada simplesmente de Snowden. O ator publicou hoje as primeiras imagens na pele do personagem:

11045349_970040803019584_7280253092342234710_o

snowden_02

O elenco também traz Shailene Woodley, Nicolas Cage, Melissa Leo, Tom Wilkinson e Zachary Quinto.

Snowden estreia em 25 de Dezembro nos EUA.

Anúncios

Oscar 2011: Transmissão ao Vivo

Posted in Prêmios, Transmissão ao Vivo with tags , , , , , , , , , , , , , , , on 27 de fevereiro de 2011 by Lucas Nascimento

Atualizado com as fotos da cerimônia.

Já está no ar. Logo após as celebridades terminarem de desfilar com suas variadas vestimentas, começo com a transmissão e comentários.

21:55h –  Boa noite! No momento, a TNT faz uma retrospectiva dos dez filmes indicados.

21:58h – Gostei do O Vencedor, mas considero-o intruso na categoria Melhor Filme…

22:03h – Ah não. A cerimônia só começa às 22:00h. Ou seja, mais meia hora de pré-show… No momento, entrevistas com o co-apresentador James Franco. Ele parece seguro.

22:22h – Ótimo. Todo mundo se ajeitando no Kodak Theater. A Premiação começa em 7 min.

22:27h – Provavelmente, o último intervalo comercial antes do início da cerimônia. 3 min.

22:32h – Começou. James Franco e Anne Hathaway brincam ao aparecer dentro dos filmes indicados. Começando por A Origem. Muito bacana por enquanto…

22:33h – Ok, estou gostando muito!

22:35 – Deu até Morgan Freeman e Alec Baldwin nas participações especiais…

22:36h – Tá. “Pato Marrom” como sátira de Cisne Negro foi ridículo…

22:37h – Ponta bacana do De Volta para o Futuro.

22:38h – E Anne Hathaway e James Franco aparecem no palco!

22:40h – As piadas estão mornas, mas os dois estão carismáticos. Franco parece meio Pineapple Express…

22:41h – Tom Hanks chega para apresentar Direção de Arte e Fotografia. Apostas: A Origem e Bravura Indômita, respectivamente.

22:43h – Hanks dá bons exemplos de filmes vencedores na categoria.

22:45h – Alice no País das Maravilhas ganha Melhor Direção de Arte. Ou seja, Avatar ganhou de novo…

22:46h – Agora Fotografia. Vamo Deakins!

22:47h – Uau. A Origem ganha Melhor Fotografia! Merece, merece. Wally Pfister é demais.

22:48h – Intervalos comerciais. Roger Deakins e sua fotografia de Bravura Indômita realmente mereciam o prêmio, mas hoje, estou feliz por qualquer prêmio que A Origem levar. Quanto à Direção de Arte, Alice é muito bonito, mas fica repetitivo depois de Avatar ganhar ano passado.

22:52h – Voltamos. O grande Kirk Douglas sobe ao palco, jogando charme na Anne Hathaway.

22:53h – E ele vai apresentar Melhor Atriz Coadjuvante. Torço pela Hailee Steinfeld do Bravura Indômita.

22:57h – Kirk Douglas tá demais!

22:57h – Melissa Leo ganha Atriz Coadjuvantem, por O Vencedor. Que bom…

23:58h – “Oh, Oh, Oh Uau!”

23:00h – Ok, legal. Próximo: Justin Timberlake e a (linda) Mila Kunis subindo no palco.

23:02h – Vão apresentar Melhor Animação e Curta de Animação. Toy Story 3 ganha, obviamente. Curta? Não tenho ideia, mas aposto em Day & Night.

23:03h – E Melhor Curta de Animação vai para The Lost Thing.

23:05h – E agora, Melhor Filme de Animação. Toy Story 3, claro.

23:06h – Toy Story 3 ganha Melhor Animação.

23:08h – Brake! Melissa Leo está boa em O Vencedor, mas nem de longe está melhor que Hailee Steinfeld. Toy Story 3 merece Animação e Kirk Douglas fez uma participação memorável e divertidíssima.

23:12h – Voltamos e com retrospectiva da primeira cerimônia do Oscar da História! 1929, onde Asas venceu Melhor Filme.

23:13h – Agora, Josh Brolin e Javier Bardem apresentam os prêmios de Roteiro Adaptado e Original. Apostas: A Rede Social e O Discurso do Rei, respectivamente.

23:14h – A Rede Social ganha Melhor Roteiro Adaptado. Nenhuma surpresa, extremamente merecido.

23:16h – Agora, Roteiro Original. Como eu queria que A Origem ganhasse…

23:18h – O Discurso do Rei ganha Melhor Roteiro Original.

23:20h – Mais intervalo. Bem, A Rede Social indubitavelmente é digno do prêmio, sem contradições. Agora, O Discurso do Rei possui ótimos diálogos e monólogos, mas nem de longe é a ideia original que é A Origem.

23:23h – Já voltou? Que rápido. Anne Hathaway fazendo número musical. Canta bem e faz uma divertida piada com Hugh Jackman.

23:25h – James Franco vestido de mulher. Ta forçando hein…?

23:26h – Helen Mirren e Russell Brand apresentam Melhor Filme Estrangeiro.

23:27h – Em um Mundo Melhor ganha Melhor Filme Estrangeiro (ufa, apostei nele num bolão).

23:29h – Reese Whiterspoon apresenta Melhor Ator Coadjuvante. Christian Bale, claro.

23:32h – Christian Bale ganha Melhor Ator Coadjuvante, por O Vencedor.

23:33h – Gostei do terno dele. Muito bom gosto, mesmo.

23:35h – Mais intervalos. Christian Bale realmente merece o Oscar, sua performance em O Vencedor é o que o filme tem de melhor. Quanto à Filme Estrangeiro, não vi nenhum dos indicados – que vergonha…

23:38h – Voltamos. Exatamente 3 minutos de comerciais! E agora vem discurso do Presidente da Academia. Ótimo…

23:40h – Hugh Jackman e Nicole Kidman apresentam categorias de Som. Boa retrospectiva sobre a evolução do som no cinema.

23:41h –  Existe compositor melhor do que John Williams?

23:42h – Agora vem Trilha Sonora. Ou Discurso do Rei, Rede Social ou Origem. O que ganhar está ótimo.

23:44h – Boa. A Rede Social ganha Melhor Trilha Sonora. Trent Reznor e Atticus Ross recebem as estatuetas.

23:45h – Scarlett Johanssom e Matthew McCoughney apresentam Edição de Som e Mixagem de Som. Deve ser A Origem nas duas.

23:47h – A Origem ganha Melhor Mixagem de Som. Boa.

23:49h – A Origem ganha Melhor Edição de Som. BRAUMMMMMMMMMMMMMM

23:50h – Intervalos. A Rede Social tem uma trilha muito boa e original, merece. A Origem, sem comentários é uma maestria sonora.

23:54h – Voltamos. Marisa Tomei sobre ao palco, pra falar sobre The Cientific Awards.

23:55h – Cate Blanchett apresenta Melhor Maquiagem e Figurino.

23:56h – O Lobisomem ganha Maquiagem. Realmente, nenhum dos outros indicados poderia vencer (ou até mesmo ser indicados).

23:58h – E agora, Figurino. Alice, claro.

23:59h – Alice no País das Maravilhas ganha Melhor Figurino. Só merecia esse prêmio mesmo…

00:01h – Uma homenagem à músicas de filmes. Nem faço ideia da minha preferida…

00:02h – Kevin Spacey no palco.

00:03h – Ahh, começam as performances das canções indicadas… Greaaat! (Sarcasmo)

00:04h – “We Belong Together” do Toy Story 3 é bacana…

00:06h – “I See the light” do Enrolados é mediana.

00:07h – Mais intervalos. Bem, Alice realmente capricha nos figurinos e a maquiagem do Lobisomem é sensacional.

00:10h – E essa propaganda de perfume da Natalie Portman… Uou.

00:11h – Estamos de volta. Amy Adams e Jake Gyllenhaal vão apresentar Curta-Metragem e Documentário em Curta-Metragem.

00:13h – Strangers no More ganha Melhor Documentário em Curta-Metragem.

00:14h – God of Love ganha Melhor Curta-Metragem.

00:17h – Montagem bizarra de canção em vários filmes. Realmente bizarra…

00:19h – Oprah Winfrey sobe no palco para apresentar Melhor Documentário.

00:21h – Trabalho Interno ganha Melhor Documentário.

00:23h – Mais intervalos. Poxa, The Crush merecia Curta-Metragem… E a co-produção brasileira Lixo Extraordinário perdeu para o documentário sobre a recente crise econômica.

00:26h – Voltamos, com Billy Cristal!

00:30h – Um belo discurso e uma retrospectiva bacana sobre o Oscar em preto-e-branco pela primeira vez, na TV.

00:31h – A dupla de Shrelock Holmes Robert Downey Jr. e Jude Law apresentam Efeitos Visuais. Robert está engraçado como sempre.

00:32h – Mas Law não está ofuscado…

00:33h – A Origem ganha Melhores Efeitos Visuais. Boa!³

00:34h – Agora, Melhor Montagem. Essa deve ficar com A Rede Social.

00:35h – Isso mesmo, A Rede Social ganha Melhor Montagem.

00:37h – Intervalos. A Origem faz ótimo uso dos efeitos visuais – são bem sutis. A Rede Social era de fato o melhor dentre os indicados em Montagem, bem rápida e esperta.

00:41h – Voltamos, com mais apresentações das Canções indicadas.

00:42h – “If I Rise”, do 127 Horas até que é boa, mas a parte instrumental é bem superior à cantoria.

00:44h – Gwyneth Paltrow canta bem em “Coming Home” do Country Song, mas não gosto da música…

00:46h – “We Belong Together” de Toy Story 3 ganha Melhor Canção Original. Era o melhor mesmo, Randy Newman recebe o prêmio.

00:48h – Intervalos comerciais.

00:52h – Socorro. Voltamos e já com a Celine Dion cantando…

00:53h – Homenageando todos aqueles que morreram em 2010. Sally Menke, Leslie Nielsen, Blake Edwards, Dennis Hooper… Tantos outros que partiram…

00:56h – Agora, tributo à Lena Horne.

00:58h – Intervalos, só faltam as principais categorias.

01:01h – Voltamos, com Hilary Swank e Kathryn Bigelow apresentando Melhor Diretor. Acho que o David Fincher ganha.

01:02h – Tom Hooper ganha Melhor Diretor, por O Discurso do Rei. Quebrei a cara.

01:05h – Entra Annette Bening pra falar sobre o Governors Awards. Aproveite, acho difícil ela subir no palco novamente…

01:08h – Mais um intervalo. Bem, Tom Hooper fez um trabalho bacana em O Discurso do Rei, mas – dentre os indicados – David Fincher era o melhor, sem dúvida.

01:10h – De volta, com Melhor Atriz sendo apresentado pelo meu ídolo, Jeff Bridges.

01:16h – Natalie Portman vence Melhor Atriz, por Cisne Negro!

01:20h – Agora, Sandra Bullock apresenta Melhor Ator. Colin Firth vai ganhar, claro.

01:24h – Colin Firth vence Melhor Ator, por O Discurso do Rei.

01:28h – Intervalo comercial, faltando apenas Melhor Filme.

01:31h – Steven Spielberg apresenta Melhor Filme. O vencedor vai ser O Discurso do Rei.

01:34h – A montagem dos indicados ficou muito boa.

01:36h – O Discurso do Rei ganha Melhor Filme.

01:39h – Agora, um número musical para fechar a noite. A música: “Somewhere over the rainbow”, cantada por um coral de crianças.

01:41h – Bem, acaba a 83ª Entrega do Oscar. Amanhã (ou melhor, hoje mais tarde), faço um post sobre a cerimônia. Agora, dormir, porque amanhã (ou melhor, hoje mais tarde) tem aula e eu não sei como aguentarei acordar tão cedo… Até mais pessoal, agradeço a presença!

SALDO FINAL:

A Origem – 4 Oscars

O Discurso do Rei – 4 Oscars

A Rede Social – 3 Oscars

O Vencedor – 2 Oscars

Alice no País das Maravilhas – 2 Oscars

Toy Story 3 – 2 Oscars

Cisne Negro – 1 Oscar

O Lobisomem – 1 Oscar

Batalha pelo Oscar 2011 | Parte I | Atuações

Posted in Prêmios with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 21 de fevereiro de 2011 by Lucas Nascimento

Bem-vindos à Parte I do Especial do Oscar 2011! Nesse post, veremos todos os indicados nas categorias de atuações, assim como os que foram esquecidos pela Academia… Vamos lá:

Javier Bardem | Biutiful

Personagem: Uxbal

Infelizmente, foi impossível para mim assistir à Biutiful (que também concorre em Filme Estrangeiro) e julgar se Javier Bardem merece ou não a indicação, mas gosto do ator e confio no seu talento, que certamente é aproveitado em um papel tão complicado.

Jeff Bridges | Bravura Indômita

Personagem: Rooster Cogburn

Provando que se dá bem em qualquer papel, Bridges interpreta o excêntrico Cogburn com muita energia e sotaque (além de uma pequena dose do The Dude), tornando o personagem divertidíssimo e admirável. Sempre com uma piada na ponta da língua, é imprevisível e bravo, tendo ótimos momentos com os demais personagens.

Jesse Eisenberg | A Rede Social

Personagem: Mark Zuckerberg

Na pele do criador do Facebook, Jesse Eisenberg surpreende em uma performance única, traçando uma personalidade muito peculiar a Zuckerberg: a de alguém isolado, tímido e tão emocianalmentei incapaz, que é rude com amigos sem perceber. Sempre com uma expressão séria, Eisenberg acerta por raramente transmitir o que se passa na cabeça do personagem, o que o torna imprevisível e até perigoso.

James Franco | 127 Horas

Personagem: Aron Ralston

Segurando o filme inteiro sozinho, Franco apresenta uma grande carga dramática e um carisma indiscutível. É impressionante como seu personagem resiste à sua situação, raramente apelando à melancolia. Seu talento é bem utilizado na cena em que fala sozinho em um “talk show” que, de tão boa, já ganha o espectador.

Colin Firth | O Discurso do Rei

Personagem: Rei George VI

Favorito disparado, Firth já levou praticamente todos os prêmios de Ator de cinema até aqui, deixando clara sua vitória. E, realmente, ele merece; sua performance como o rei que sofre de gaguice é memorável, intensa e, mais importante, o ator nunca se deixa levar pelo caricato –  traçando um retrato autêntico de seu problema, que poderia facilmente ser vítima de piadas, mas acaba por ser assombroso.

Ficou de fora: Leonardo DiCaprio | A Origem

Personagem: Dom Cobb

Naquele que é provavelmente o melhor ano de sua carreira, o talentoso Leonardo DiCaprio encarou dois grandes papeis: o do policial Teddy em Ilha do Medo e do Extrator Cobb em A Origem. Seu carisma e peso dramático estão mais evidentes no segundo filme, com uma performance forte e expressiva. A Academia ataca novamente…

APOSTA: Colin Firth | O Discurso do Rei

QUEM PODE VIRAR O JOGO: Ninguém rouba o prêmio de Firth desta vez.

Annette Bening Minhas Mães e meu Pai

Personagem: Nic

Pois é, infelizmente não consegui assistir Minhas Mães e Meu Pai (na época de lançamento, nem dei bola pro filme…), então fica difícil analisar a performance de Annette Bening. Mas uma coisa é certa: é um papel ousado e polêmico, e parece ser bem realizado pela atriz. Se Portman não vencer (o que é improvável), talvez ela ganhe.

Jennifer Lawrence | Inverno da Alma

Personagem: Ree Dolly

A performance de Lawrence é o grande destaque do pesado Inverno da Alma. A atriz é um talento promissor, apresenta uma personagem forte que não se deixa intimidar por nada, a não ser as preocupações com sua família, que mostra-se como seu único ponto fraco.

Nicole Kidman | Reencontrando a Felicidade

Personagem: Becca

Reencontrando a Felicidade infelizmente não estreará nos cinemas brasileiros a tempo do Oscar, então falar de Nicole Kidman será impossível. Mas é bom ver a atriz sendo indicada novamente, após uma fase dura no cinema.

Natalie Portman | Cisne Negro

Personagem: Nina Sayers

A performance de Natalie Portman é realmente extraordinária. Exibindo uma vulnerabilidade partircularmente frágil ao longo do primeiro ato, a personagem parece estar a ponto de se desmoronar a qualquer instante e transformar-se radicalmente em uma pessoa agressiva e sensual, ao decorrer da trama. Nas palavras da personagem “Foi perfeita”.

Michelle Williams | Namorados para Sempre

Personagem: Cindy

Namorados por Acaso infelizmente vai demorar para chegar no Brasil, por isso vai ficar difícil analisar o trabalho de Williams. Mas pelo que li, ela merece créditos: morou por alguns meses com o protagonista do filme – na esperança de criar um vínculo emocional maior. Há também, as polêmicas cenas de sexo, que quase garantiram um NC- 17 (a censura mais “punk” dos EUA) ao longa.

Ficou de fora: Chloe Moretz | Deixe-me Entrar

Personagem: Abby

Com uma promissora carreira pela frente, Chloe Moretz interpreta a vampira Abby com grande emoção, sempre escondendo suas intenções em seu ambígo olhar. Misteriosa e implacável, é uma maravilhosa composição que, atrevo-me a dizer, supera a do original sueco.

APOSTA: Natalie Portman | Cisne Negro

 QUEM PODE VIRAR O JOGO: Anette Bening | Minhas Mães e Meu Pai, mas é muito difícil…

Christian Bale | O Vencedor

Personagem: Dicky Eklund

Christian Bale é um monstro de ator. Sua performance como o viciado em crack Dicky Ward é espetacular e magnética, conseguindo o carinho do público mesmo com seus hábitos reprováveis. O personagem passa por uma transformação, movida pela afeição a seu irmão, contagiante e admirável. O ator merece o prêmio.

John Hawkes | Inverno da Alma

Personagem: Teardrop

Além de possuir o nome mais bacana entre os personagens, Hawkes compõe o personagem de forma perturbada, sempre com um olhar furioso, mas ao mesmo tempo com medo. É determinado e tem uma boa química com Jennifer Lawrence.

Jeremy Renner | Atração Perigosa

Personagem: James Coughlin

Renner mostra que não foi sorte de principiante em Guerra ao Terror. O cara tem talento e prova isso ao interpretar o encrenqueiro “Jem”, que é estressado e adora um bom crime. O ator enche-o de energia e torna-se o centro do apenas bom filme; suas cenas são as melhores e eu literalmente torci por ele no tenso clímax. Renner ainda vai dar o que falar…

Mark Ruffalo | Minhas Mães e Meu Pai

Personagem: Paul

Já estava na hora do talentoso Mark Ruffalo receber uma indicação ao Oscar. Infelizmente não assisti sua performance como o pai biológico das crianças de Minhas Mães e Meu Pai, mas percebe-se que é um papel complicado. Vi alguns clipes e o ator parece-me bem carismático.

Geoffrey Rush | O Discurso do Rei

Personagem: Lionel Logue

Colin Firth está espetacular como o protagonista de O Discurso do Rei, mas não seria a mesma coisa sem os momentos em que contracena com o ótimo Geoffrey Rush. Interpretando um terapeuta de fala, o ator preenche Logue com simpatia e humildade, complementando as cenas em que aparece com ótimo humor e inspira não só o personagem principal, mas também o público.

Ficou de Fora: Andrew Garfield | A Rede Social

Personagem: Eduardo Saverin

A grande carga emotiva de A Rede Social vem do carismático Andrew Garfield. Tem ótima química com Jesse Eisenberg e rende diálogos/discussões memoráveis, que vão ficando mais intensas, assim como a natureza do personagem que, de sua primeira aparição no quarto de Kirkland até seu confronto no Vale do Silício, impressiona pela criação de inimizade com o protagonista.

APOSTA: Christian Bale | O Vencedor

QUEM PODE VIRAR O JOGO: Geoffrey Rush | O Discurso do Rei

Amy Adams | O Vencedor

Personagem: Charlene Fleming

Na pele da bartender Charlene, Adams não só está linda como sempre, mas continua explorando seu talento mais a fundo, compondo a personagem como alguém que perdeu todas as oportunidades; o olhar da atriz sempre expressa essa característica. Uma grande carga dramática.

Helena Bonham Carter | O Discurso do Rei

Personagem: Rainha Elizabeth

Mesmo aparecendo pouco no longa, Carter se destaca por fazer um papel mais “comum”, depois de tanto Harry Potter e Tim Burton. Sua versão da esposa de George VI é alegre e radiante, sempre recitando suas falas com elegância e dedicação.

Melissa Leo | O Vencedor

Personagem: Alice Ward

Grande favorita ao prêmio, Melissa Leo entrega uma performance forte como a controladora Alice, cujo caráter de “durona” é apenas enfraquecido por seu filho Dicky. Não acho que ela mereça o Oscar; é uma boa atuação, mas nada de espetacular como rotulavam os críticos. No entanto, a atriz perdeu grande força com campanhas de votação FYC inadequadas e preconceituosas.

Hailee Steinfeld | Bravura Indômita

Personagem: Mattie Ross

Injustamente indicada como Coadjuvante, a Mattie Ross de Hailee Steinfeld é de longe a protagonista do filme, e a atriz de 14 anos faz um trabalho impecável e energético, parecendo uma jovem adulta em alguns momentos, mas sem se esquecer de seu lado infantil – como provam seus contagiantes gritos de vitória e sua constante persistência. É a melhor entre as indicadas.

Jacki Weaver | Reino Animal

Personagem: Janine Cody

Reino Animal não chegou (e provavelmente não chegará tão cedo) ao Brasil, por isso fica difícil analisar a performance de Weaver nesse filme australiano tão comentado.

Ficou de Fora: Mila Kunis | Cisne Negro

Personagem: Lily

Sensual e provocativa, Mila Kunis reproduz a versão dark de Natalie Portman com muita afeição, ao mostrar diferenças de personalidade e também de dança. Chama a atenção por seu olhar provocante e malicioso, que seduz o espectador e manipula os personagens do filme.

APOSTA: Melissa Leo | O Vencedor

QUEM PODE VIRAR O JOGO: Hailee Steinfeld | Bravura Indômita

E a parte I do especial acaba aqui, mas aguardem pela Parte II (minha preferida), sobre as categorias técnicas da noite. Até lá.

| O Vencedor | Pura fórmula com ótimas atuações

Posted in Cinema, Críticas de 2011, Drama, Indicados ao Oscar with tags , , , , , , , , , , , , , , on 4 de fevereiro de 2011 by Lucas Nascimento


A Grande Família: Christian Bale vale o ingresso e o Oscar de Ator Coadjuvante

Christian Bale é um monstro. Começo essa crítica indo direto ao ponto e destacando a performance do ator, que transforma-se na alma do filme que, apesar de conter uma boa química entre o elenco, apresenta uma trama que se desenrola através de pura fórmula gasta e sem introduzir novidades memoráveis no gênero.

O Vencedor foca-se na imensa família de Micky Ward (Mark Whalberg), composta por sua mãe Alice (Melissa Leo), seu pai George, suas irmãs e seu irmão/treinador Dicky Eklund (Bale) e sua relação com o mundo do boxe profissional. Outrora campeão e grande lutador, Dicky é a inspiração de Micky, que tenta seguir os passos de seu irmão e atingir mais sucesso e dinheiro, para cuidar de sua filha.

Partindo da premissa clássica e esgotada do lutador de boxe em decadência, o filme indicado a 7 Oscars (incluindo Melhor Filme) não apresenta novidades ou situações inesperadas do gênero – apenas talvez a relação entre a família -, não merecendo toda a atenção vinda das premiações; especialmente a indicação para o diretor David O. Russell, cujo trabalho é razoável (admiro alguns de seus enquadramentos), mas se destaca por dirigir adequadamente seu elenco.

Mark Wahlberg  interpreta Micky – e também produz o filme –  com um carisma agradável e competente, mas seu personagem é tão cheio de clichês que o ator se repete em diversos momentos. Os holofotes são mesmo de Christian Bale, que entrega uma performance assustadora e magnética; magro a beira da bulimia, o ator consegue que seu personagem – mesmo que com falhas e hábitos reprováveis (como o uso de crack) -, ganhe a admiração do espectador, por apresentar uma energia contagiante no terceiro ato e por sua devoção à seu irmão. Uma atuação arrasadora.

Do outro lado do ringue, temos Melissa Leo e Amy Adams, ambas indicadas por suas personagens Alice e Charlene. A favorita é Leo, mas sinceramente, não achei sua performance digna de prêmio. É um papel forte, de fato e a atriz o faz muito bem (admiro como a força de Alice só é abalada por seu filho Dicky), mas o favoritismo deve ser uma consolação por sua derrota em 2009 com Rio Congelado… Amy Adams continua se sobressaindo; está melhor, mais carismática e apresenta uma carga dramática maior à sua Charlene.

O Vencedor é um filme cuja trama de desenvolve por pura “fórmula” do gênero, por isso, espere ver Mark Whalberg correndo no frio à la Rocky, mas surpreenda-se com a memorável performance de Christian Bale. De fato, o verdadeiro “vencedor” do título.

Obs: Amanhã tem crítica de Cisne Negro!

Confira os vencedores do SAG Awards 2011

Posted in Prêmios with tags , , , , , , , , on 31 de janeiro de 2011 by Lucas Nascimento

Confira abaixo os vencedores do Screen Actors Guild Awards 2011: (apenas as categorias de cinema)

Melhor Elenco

O Discurso do Rei

Melhor Ator Protagonista

Colin Firth – O Discurso do Rei

Melhor Atriz Protagonista

Natalie Portman – Cisne Negro

Melhor Ator Coadjuvante

Christian Bale – O Vencedor

Melhor Atriz Coadjuvante

Melissa Leo – O Vencedor

Oscar 2011: Os Indicados

Posted in Prêmios with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 25 de janeiro de 2011 by Lucas Nascimento

Saíram os indicados ao Oscar 2011. Confira abaixo:

Melhor Filme

127 Horas

A Origem 

A Rede Social

Bravura Indômita

Cisne Negro

O Discurso do Rei

Inverno da Alma

Minhas Mães e Meu Pai

Toy Story 3

O Vencedor

Melhor Diretor

David Fincher – A Rede Social

Joel e Ethan Coen – Bravura Indômita

Darren Aronofsky – Cisne Negro

Tom Hooper – O Discurso do Rei

David O. Russel – O Vencedor

Melhor Ator

Javier Bardem – Biutiful

Jeff Bridges – Bravura Indômita

Jesse Eisenberg – A Rede Social

Colin Firth – O Discurso do Rei

James Franco – 127 Horas

Melhor Atriz

Annette Bening – Minhas Mães e meu Pai

Jennifer Lawrence – Inverno da Alma

Nicole Kidman – Reencontrando a Felicidade

Natalie Portman – Cisne Negro

Michelle Williams – Blue Valentine

Melhor Ator Coadjuvante

Christian Bale – O Vencedor

John Hawkes – Inverno da Alma

Jeremy Renner – Atração Perigosa

Mark Ruffalo – Minhas Mães e Meu Pai

Geoffrey Rush – O Discurso do Rei

Melhor Atriz Coadjuvante

Amy Adams – O Vencedor

Helena Bonham Carter – O Discurso do Rei

Melissa Leo – O Vencedor

Hailee Steinfeld – Bravura Indômita

Jacki Weaver – Animal Kingdom

Melhor Roteiro Original

Another Year – Mike Leigh

A Origem – Christopher Nolan

O Discurso do Rei – David Seidler

Minhas Mães e meu Pai – Lisa Cholodenko & Stuart Blumberg

O Vencedor – Scott Silver, Paul Tamasy & Eric Johnson

Melhor Roteiro Adaptado

127 Horas – Danny Boyle & Simon Beaufoy

A Rede Social – Aaron Sorkin

Bravura Indômita – Joel Coen & Ethan Coen

Inverno da Alma – Debra Granik & Anne Rosellini

Toy Story 3 – Michael Arndt

Melhor Animação

Como Treinar o seu Dragão

O Mágico

Toy Story 3

Melhor Filme Estrangeiro

Biutiful

Dente Canino

Em um Mundo Melhor

Fora-da-Lei

Incendies

Melhor Direção de Arte

Alice no País das Maravilhas

A Origem

O Discurso do Rei

Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1

Tron – O Legado

Melhor Fotografia

A Origem

A Rede Social

Bravura Indômita

Cisne Negro

O Discurso do Rei

Melhor Montagem

 

127 Horas

A Rede Social

Cisne Negro

O Discurso do Rei

O Vencedor

Melhor Figurino

Alice no País das Maravilhas

Bravura Indômita

O Discurso do Rei

I Am Love

The Tempest

Melhor Maquiagem

Caminho da Liberdade

Minha Versão do Amor

O Lobisomem

Melhores Efeitos Visuais

 

Além da Vida

Alice no País das Maravilhas

A Origem

Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1

Homem-de-Ferro 2

Melhor Edição de Som

A Origem

Bravura Indômita

Incontrolável

Toy Story 3

Tron – O Legado

Melhor Mixagem de Som

A Origem

A Rede Social

Bravura Indômita

O Discurso do Rei

Salt

Melhor Trilha Sonora

127 Horas – A.R. Rahman

A Origem – Hans Zimmer

A Rede Social – Trent Reznor & Atticus Ross

Como Treinar o seu Dragão – John Powell

O Discurso do Rei – Alexandre Desplat

Melhor Canção Original

“If I Rise” – 127 Horas

“Coming Home” – Country Song

“I See the Light” – Enrolados

“We Belong Together” – Toy Story 3

Melhor Documentário

Exit Through the Gift Shop

Gasland

Lixo Extraordinário

Restrepo

Trabalho Interno

Melhor Documentário Curta Metragem

Killing in the Name

Poster Girl

Strangers No More

Sun Come Up

The Warriors of Quigang

Melhor Curta-Metragem

The Confession

The Crush

God of Love

Na Wewe

Wish 143

Melhor Curta de Animação

Dia & Noite

The Grufallo

Let’s Pollute

The Last Thing

Madagascar, carnet de voyage

Como esqueceram Christopher Nolan em Melhor Diretor? A Academia tem problemas, claro… Os vencedores serão anunciados em 27 de Fevereiro, durante a cerimônia de premiação.

Globo de Ouro 2011 – Transmissão ao Vivo

Posted in Prêmios, Transmissão ao Vivo with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , on 16 de janeiro de 2011 by Lucas Nascimento

Vamos nessa, acompanhe aqui a transmissão ao vivo do Globo de Ouro 2011:

23:01h – Cheguei em cima da hora. Ricky Gervais apresentando a festa de novo e cheio das piadas; o cara é demais.

23:03h – Mais uma vez: Ricky Gervais é demais; sacaneando Charlie Sheen e Sex and the City.

23:05h – E vem aí a linda Scarlett Johanssom para apresentar Melhor Ator Coadjuvante. Christian Bale deve levar essa fácil.

23:06h – Aí está: Christian Bale ganha Melhor Ator Coadjuvante, por O Vencedor.

23:08h –  Que barba não, sr. Wayne?

23:10h – Não vejo muitas séries de TV, mas vem aí Melhor Série de TV Dramática.

23:12h – E ganha Kate Sagal, por Sons of Anarchy. Desconheço a série, mas lembro da atriz pelo ótimo Married with Children.

23:13h –  Intervalo comercial, bom pra respirar. Blogar, twittar e assistir ao evento ao mesmo tempo não é fácil…

23:16h –  E voltamos, com Juliane Moore e Kevin Spacey, apresentando Melhor Minissérie ou Telefilme.

23:18h – Ganha Carlos, que tem quase 6 horas de duração e foi exibido no Festival do Rio ano passado.

23:19h – Estou pensando em ver esse Carlos, a repercussão crítica foi muito boa…

23:21h – E vem aí “o pai do Ashton Kutcher”, Bruce Willis para apresentar seu filme, RED – Aposentados e Perigosos.

23:22h – Não assisti RED, mas acho que Kick-Ass ou Scott Pilgrim deveria levar ter levado a indicação.

23:23h –  Agora, Melhor Ator Coadjuvante em Telefilme ou Minissérie.

23:24h – Chris Collfer, por Glee.

23:26h –  Intervalo comercial.

23:30h – Voltou o Globo de Ouro.

23:31h –  Digo mais uma vez: Alice não merecia essa indicação.

23:33h – Vem aí Milla Jovovich e Kevin Bacon para apresentar Melhor Ator em Série Dramática. Assisti só o piloto do Boardwalk Empire, mas acho que Steve Buscemi merece.

23:35h – Boa! Steve Buscemi leva Melhor Ator em Série Dramática, por Boardwalk Empire.

23:37h – Agora, o de Melhor Série Dramática.

23:38h –  E ganhou Boardwalk Empire. Acho que é merecido, mas queria que o The Walking Dead ganhasse.

23:40h –  E mais intervalos comerciais, perfeito pra descansar.

23:43h –  Voltamos, com Andrew Garfield apresentando A Rede Social, grande favorito da noite.

23:45h – Alec Baldwin e Jennifer Lopez (lindíssima) apresentando Canção Original. Sinceramente, não ouvi nenhuma dos indicados.

23:47h –  E leva “You Haven’t seen the last of me”, da Cher do filme Burlesque.

23:48h –  Agora, Trilha Sonora! Torço furiosamente por A Origem que é sensacional.

23:50h –  E Trent Reznor e Atticus Ross ganham por A Rede Social. A trilha é ótima, mas Hans Zimmer é superior.

23:51h – Mais intervalos comerciais.

23:53h – A Origem infelizmente não vai levar nada… Injusto.

23:55h –  E a transmissão continua!

23:56h – Hailee Steinfeld e o babaca Justin Bieber apresentam Melhor Filme de Animação. Obviamente, Toy Story 3 vai levar.

23:57h – Toy Story 3 ganha merecidamente. Ótima animação, Pixar é imbatível.

23:59h – Robert Downey Jr. arrasando no palco.

00:02h –  Agora Melhor Atriz em Filme de Comédia ou Musical. É da Annette Bening, certeza.

00:03h –  Annette Bening ganha, por Minhas Mães e Meu Pai.

 00:o5h – Preciso ver esse filme né…

00:06h – Brake!

00:09h – Voltamos!

00:10h – Ironicamente, Sylvester Stallone apresenta O Vencedor.

00:11h – Agora, Melhor  Ator em Telefilme ou Minissérie. Al Pacino, claro né?

00:12h – Al Pacino, por You Don’t Know Jack.

00:15h – Agora, Melhor Atriz em Telefilme ou Minissérie.

00:16h – Claire Danes, por Temple Gardin.

00:18h – Mais intervalos.

00:23h – De volta!

00:24h –  Zac Efron apresenta Minhas Mães e Meu Pai.

00:26h –  Steve Carrell e Tina Fey vão apresentar Melhor Roteiro. A Rede Social vai levar, com certeza. O texto do Aaron Sorkin é impecável.

00:27h – A Rede Social ganha Melhor Roteiro.

00:28h – A Rede Social de fato merece esse prêmio.

00:30h – Capitão America e Thor apresentam Melhor Atriz em Série, Minissérie e Telefilme. Jane Lynch ganhou, por Glee.

oo:31h – Mais intervalos comerciais.

00:35h – E voltamos mais uma vez! Agora teremos mais categorias de cinema, que é o foco do blog, afinal…

00:36h –  Robert Pattinson e Olivia Wilde apresentam Melhor Filme Estrangeiro.

00:37h – In a Better World ganha Melhor Filme Estrangeiro. Não conheço, realmente preciso ver mais filmes europeus…

00:39h – Helen Mirren apresenta O Discurso do Rei. Irônico (mais uma vez), já que ela interpretou a Rainha Elizabeth em A Rainha. Ganhou o Oscar, aliás.

00:40h – Agora, Melhor Atriz em Série de Comédia. Será que a Tina Fey ganha de novo?

00:42h – Laura Liney, por The Big C. A série parece boa, estou pensando em assistir… Ah, intervalos!

00:46h – De volta. Com Jane Fonda apresentando Burlesque. Passo longe desse aí…

00:47h – Agora, Melhor Ator em Série de Tv de Comédia. Alec Baldwin vai ganhar de novo? Ou o cara do Glee?

00:49h – Opa, Jim Parsons ganha MERECIDAMENTE pelo seu sensacional trabalho em The Big Bang Theory.

00:50h – Agora, Melhor Atriz Coadjuvante em Cinema. Melissa Leo, acho…

00:51h –  Melissa Leo, por O Vencedor.

00:53h – Brake mais uma vez!

00:58h – Voltamos. Com Matt Damon entregando Prêmio Especial para Robert DeNiro.

01:00h – Robert DeNiro se destaca em O Poderoso Chefão 2 e Taxi Driver. Grandes filmes…

01:04h – Essa homenagem ao DeNiro foi espetacular. O cara é foda.

01:08h – Mais um intervalo comercial.

01:13h – Estamos de volta… A linda Megan Fox vai apresentar O Turista.

01:14h – Annette Bening apresentando Melhor Diretor. Fincher ganha, mas Nolan merecia DEMAIS!

01:15h –  David Fincher ganha Melhor Diretor, por A Rede Social.

01:16h – Um diretor excepcional que nem o Christopher Nolan ainda vai ganhar o seu… Muito em breve.

01:18h –  Agora, Melhor Série de Comédia. Glee, certo?

01:19h –  Isso aí, Glee ganha Melhor Série de Comédia.

01:20h – Brake time!

01:23h – Voltamos, com Alicia Keys apresentando Cisne Negro.

01:25h – Halle Berry apresentando Melhor Ator em Comédia ou Musical. Johnny Depp ou Jonnhy Depp?

01:26h –  Ufa, nenhum dos dois: Paul Giamatti, por Barney’s Version.

01:28h – Mais um intervalo. Isso mesmo, MAIS um.

01:32h – Voltamos com Joseph Gordon Levitt apresentando o melhor filme de 2010: A Origem.

01:33h – O boa-praça Jeff Bridges apresenta Melhor Atriz em Filme de Drama. Vai Portman!

01:34h –  YES! Natalie Portman ganha Melhor Atriz em Drama, por Cisne Negro.

01:38h – Com muito sarcasmo, Ricky Gervais recebe Tom Hanks e Tim Allen, que apresentarão Melhor Filme de Comédia ou Musical.

01:40h – E O vencedor é… Minhas Mães e Meu Pai.

01:42h – Faltando apenas 2 categorias, intervalos comerciais.

01:46h – Voltamos, Sandra Bullock vai apresentar Melhor Ator em Filme de Drama. Colin Firth, óbvio.

01:47h – Aí está: Colin Firth ganha, por O Discurso do Rei.

01:50h –  Só falta UMA categoria e colocam intervalo comercial? Tudo bem que está bem na cara, mas…

01:54h – Voltamos, com Michael Douglas (que venceu o câncer) apresenta Melhor Filme de Drama. A Rede Social né…

01:56h – Melhor Filme de Drama, A Rede Social.

01:58h – Bem, chegamos ao fim. A Rede Social levou quase tudo e promete ser o grande filme do Oscar 2011, apesar de A Origem ser superior, mais ousado e original. David Fincher merece o prêmio pelo ótimo filme que dirigiu, mas também pela sua carreira impecável (exclua Alien 3) e tenho certeza de que Christopher Nolan ainda vai ganhar seus merecidos prêmios – já deu pra perceber que sou fã do sujeito…

02:00h – Ainda não vi O Discurso do Rei, Cisne Negro e o Vencedor, mas aposto na qualidade de suas performances. Resta aguardar pelos próximos prêmios.

Agradeço a todos que acompanharam a transmissão aqui no blog e, aguardem, porque no Oscar vou fazer a mesma coisa. Até mais e boa-noite…