Arquivo para superman

O teaser trailer de BATMAN VS SUPERMAN: A ORIGEM DA JUSTIÇA

Posted in Trailers with tags , , , , , , , , , , , , , , , , , on 17 de abril de 2015 by Lucas Nascimento

BAT

Este é sem dúvida o trailer que mais tenho aguardado desde o anúncio do projeto! A DC prepare-se para dominar as telas com o primeiro teaser trailer do ambicioso Batman vs Superman: A Origem da Justiça, filme que unirá pela primeira vez os icônicos heróis da editora, a serem vividos por Ben Affleck e Henry Cavill.

Confira:

O elenco também traz Gal Gadot (Mulher-Maravilha), Amy Adams (Lois Lane), Jesse Eisenberg (Lex Luthor), Jason Momoa (Aquaman), Jeremy Irons (Alfred Pennyworth), Ray Fisher (Ciborgue), Laurence Fishburne (Perry White) e Diane Lane (Martha Kent). Jena Malone, Holly Hunter e Scoot McNairy também estão na brincadeira, mas não tiveram seus papéis divulgados.

Zack Snyder dirige a partir do roteiro de David Goyer (O Homem de Aço) e Chris Terrio (Argo). Hans Zimmer está a cargo da trilha sonora.

Batman vs Superman: A Origem da Justiça estreia em 25 de Março no Brasil.

 

Veja Gal Gadot de Mulher-Maravilha

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , , , , , , , on 26 de julho de 2014 by Lucas Nascimento

bvs

O painel da Warner Bros na Comic Con começou há alguns instantes atrás, já trazendo o aguardadíssimo Batman v Superman: Dawn of Justice. Zack Snyder apareceu com os astros Ben Affleck, Henry Cavill e Gal Gadot para liberar um breve teaser do filme, que trazia o Homem de Aço encarando o Cavaleiro das Trevas (que usava a armadura marrenta da obra de Frank Miller).

Além disso, algum bom samaritano conseguiu uma foto do visual de Gadot como a Mulher Maravilha, confira:

BtfLEsmIYAANa8M.jpg large

Batman V Superman: Dawn of Justice estreia em 6 de Maio de 2016.

Hans Zimmer voltará para continuação de O HOMEM DE AÇO

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , , , , on 15 de abril de 2014 by Lucas Nascimento

hans-zimmer3

Como já era esperado, o compositor alemão – e gênio – Hans Zimmer confirmou que voltará para a continuação de O Homem de Aço, que vai unir Superman, Batman e Mulher Maravilha nos cinemas pela primeira vez. Zimmer falou que o grande dilema será criar um novo tema para o Homem-Morcego de Ben Affleck sem repetir, ou “trair”, seu trabalho na trilogia Cavaleiro das Trevas, de Christopher Nolan – com quem trabalha novamente em Interestelar.

Envolto na pré-produção do projeto, o diretor Zack Snyder ainda deve discutir algumas ideias com Zimmer.

E aproveitando a deixa, fiquem ligados que O Espetacular Homem-Aranha 2: A Ameaça de Electro também tem a assinatura de Zimmer na trilha sonora. Batman, Homem-Aranha e Superman… O que mais o cara pode fazer, hein?

Ainda sem título oficial, o filme estreia em Maio de 2016.

Jesse Eisenberg será o Lex Luthor em BATMAN VS. SUPERMAN

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , , on 31 de janeiro de 2014 by Lucas Nascimento

jess

Boom! Por essa ninguém esperava… Jesse Eisenberg (indicado ao Oscar por A Rede Social) foi contratado como o Lex Luthor na continuação de O Homem de Aço, que unirá Superman (Henry Cavill) e Batman (Ben Affleck) nos cinemas pela primeira vez. Além disso, Jeremy Irons foi confirmado como o novo mordomo Alfred Pennyworth no filme.

Inesperado, mas é uma escalação muito interessante. Certamente veremos uma reinvenção de Luthor (mais jovem, e quem sabe mais nerd), e Irons deve ficar bem como o inseparável escudeiro do Homem-Morcego.

Ainda sem título, o filme de Batman e Superman estreia em Maio de 2016.

FAN BOYS: Batman Vs. Superman

Posted in Fan Boys with tags , , , , , , , , , , , , , , on 27 de agosto de 2013 by Lucas Nascimento

supbat

Foi rápido, hein? Menos de uma semana após o anúncio de que Ben Affleck seria o Batman na sequência de O Homem de Aço, o usuário do Youtube Solient Brak 1 juntou clipes de diversas obras para trazer o Superman de Henry Cavill ao lado do Morcego e, melhor ainda, um Lex Luthor interpretado por Bryan Cranston. A edição é caprichada e oferece um tom muito interessante, sem falar que a frase final (tirada de um dos episódios de Breaking Bad) foi perfeitamente inserida. Confira:

A música aqui é um mix de “I Will Find Him” e “Arcade”, ambos de Hans Zimmer.

Batman Vs. Superman estreia em 17 de Julho de 2015.

Christopher Nolan fora da continuação de O HOMEM DE AÇO

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , , , on 25 de agosto de 2013 by Lucas Nascimento

Man-of-Steel-zack-snyder-image

Depois de comandar a trilogia Cavaleiro das Trevas e supervisionar a reinvenção do Superman nos cinemas, Christopher Nolan aparentemente pendurou as chuteiras com a DC. Após o polêmico anúncio da contratação de Ben Affleck para o filme que unirá Batman e o Superman de Henry Cavill em um confronto, a Warner não trouxe o nome de Nolan, que voltaria como produtor-executivo, no press release da produção.

Mesmo que O Homem de Aço seja essencialmente um filme de Zack Snyder, era possível perceber toques do diretor (e eram dos bons). Como será que fica a situação da DC na Warner Bros agora?

Batman Vs. Superman (título provisório) estreia em 17 de Julho de 2015.

| Batman – O Cavaleiro das Trevas | Animação adulta dá movimentos à obra-prima de Frank Miller

Posted in Adaptações de Quadrinhos, Animação, Críticas de 2013, DVD with tags , , , , , , , , , , , , , , on 11 de agosto de 2013 by Lucas Nascimento

4.0

batman
Um Batman idoso e violento: a HQ de Frank Miller ganha vida

Em 1986, a DC comics publicou uma das melhores graphic novels da história da indústria: Batman – O Cavaleiro das Trevas, escrita e ilustrada por Frank Miller (com co-ilustrações de Klaus Jason). Quase três décadas depois e o material continua sendo reverenciado e, aos olhos de Hollywood, uma obra “infilmável” – ainda que adaptações ao cinema do personagem tragam diversos elementos da narrativa. Em 2012 e 2013, Jay Oliva dirige uma animação que adapta toda a obra de Miller, e o resultado é bem decente.

A trama, caso não conheça, é ambientada em um futuro sombrio onde não existem mais super-heróis (um universo bem parecido com aquele visto em Watchmen, de Alan Moore) e o crime domina as ruas de Gotham City. Não suportando o nível de violência alcançado pela cidade, o Batman (voz do RoboCop, Peter Weller) abandona a aposentadoria e retorna mais violento e com a ajuda de um novo Robin (uma menina, dublada por Ariel Winter). Na saga para retomar o controle da cidade, o Cavaleiro das Trevas reencontrará velhos inimigos, aliados e até sairá na mão com o Superman |(Mark Valley).

Esta adaptação foi lançada diretamente para DVD, em dois volumes (o primeiro no final de 2012, e o segundo no começo deste ano), pela DC Universe Animated, que também já havia cuidado de uma versão animada para Batman – Ano Um. Em termos de fidelidade, o roteiro de Bob Goodman transpõe toda a genial história de Frank Miller em 2h40 em uma narrativa empolgante e que mantém o tom pesado da HQ. Todos os momentos icônicos estão aqui e alguns deles, graças a recursos que apenas o audiovisual é capaz de oferecer, ganham ainda mais impacto do que no papel: o homérico confronto entre o Morcego e o Superman é um deles, que fica mais longo e impressiona pela ação, e também deve-se créditos ao compositor Christopher Drake, que elabora temas eficientes e que permeiam a história com perfeição – vide sua abordagem minimalista (algo também explorado por Hans Zimmer na trilogia de Christopher Nolan) para o Coringa homicida de Michael Emerson, uma decisão que só ajuda a tornar o personagem mais assustador.

O grande problema reside na técnica de animação. Ainda que a equipe do diretor Jay Oliva tenha conseguido preservar o traço animalesco de Miller, os desenhos ganham vida de forma robótica e quase amadora; reparem que, muitas vezes, os personagens “congelam” e até perdem a habilidade de piscar. Os movimentos labiais também pecam pela artificialidade e quase transformam a produção em experimento desengonçado de dublagem.

É bem improvável que vejamos uma adaptação cinematográfica integral de Batman – O Cavaleiro das Trevas nos cinemas (o confronto com o Homem de Aço está chegando, mas…), pelo menos não num futuro próximo. Até o dia chegar, esta animação faz jus ao clássico dos quadrinhos.

Obs: As animações só encontram-se à venda separadamente.

Batman vai estar em O HOMEM DE AÇO 2

Posted in Notícias with tags , , , , , , , , , , , , , , on 20 de julho de 2013 by Lucas Nascimento

bat

Puta merda. Mais uma bomba vindo da Comic-Con: a novidade da vez é de que o Cavaleiro das Trevas vai se unir ao Superman para a continuação de O Homem de Aço em 2015. É esperado um anúncio mais direto no painel da Warner Bros que vai acontecer hoje, assim como a confirmação dos retornos de Zack Snyder, David S. Goyer e Christopher Nolan.

Vale lembrar que, mesmo com o retorno do Batman, a trilogia de Nolan fica isolada da mitologia de O Homem de Aço; afinal, o próprio Christian Bale já afirmou que vestiu a capa do Morcego pela última vez no ano passado.

Mas tudo pode acontecer. Aguardemos por mais novidades.

ATUALIZAÇÃO: É oficial! Batman vai estar no próximo filme do Superman. Snyder e Goyer retornam na direção e roteiro, Nolan agora assume o cargo de produtor-executivo.

Além disso, a Warner planeja lançar um filme do Flash em 2016 para lançar Liga da Justiça só em 2017. Mas quem precisa de Liga da Justiça quando se têm os dois super-heróis mais populares da História num único filme? Responsa, hein, Zack Snyder.

_1374352275

| O Homem de Aço | O lado humano do maior super-humano dos quadrinhos

Posted in Ação, Adaptações de Quadrinhos, Cinema, Críticas de 2013 with tags , , , , , , , , , , , , , , , , on 29 de junho de 2013 by Lucas Nascimento

4.0

ManofSteel
Uma coisa é certa: nunca antes o Superman teve um uniforme tão bonito quanto este

Sem dúvida o mais icônico super-herói de todos os tempos, Superman é uma figura complicada de ser trabalhada nos cinemas. Sua invulnerabilidade é um fator decisivo para o afastamento emocional do personagem com o público (vide o Batman, cuja persona é mais identificável pelo fato de Bruce Wayne ser apenas um humano), e foi justamente esse ponto que Zack Snyder buscou corrigir com O Homem de Aço: o lado “humano” do herói.

A trama é roteirizada por David Goyer, a partir de um argumento elaborado por este e o diretor Christopher Nolan, retomando a origem do Superman (Henry Cavill) desde a partida de seu planeta condenado Krypton até a chegada na Terra. Enquanto aprende a controlar seus poderes e descobrir mais sobre seu passado, é perseguido pela determinada jornalista Lois Lane (Amy Adams) e pelo implacável general Zod (Michael Shannon), um remanescente de sua espécie que traz a promessa de destruição ao planeta.

É irônico que este novo filme concentre-se no lado mais emocional do Superman – e proponha uma abordagem mais realista quanto à sua posição na sociedade – ao mesmo tempo em que abrace pesadas doses de ficção científica. Goyer explora a fundo a mitologia de Krypton (e o design de produção de Alex McDowell impressiona pelo visual dark e com claras influências de H.R. Giger) e oferece um intrigante clima alienígena ao herói, Zod e seus comparsas: a cena em que o militar promove uma transmissão mundial afirmando que os humanos “não estão sozinhos” funciona espantosamente bem por remeter a grandes longas que tratam sobre invasões extraterrestres. Nesse sentido, a fotografia do iraniano Amir Mokri aposta em uma coloração predominantemente fria e repleta de elegantes luzes em flare (essa foi pra você, JJ Abrams), enquanto o diretor Zack Snyder deixa de lado o slow motion e adota a técnica de câmera-na-mão durante toda a projeção – uma decisão que afeta de maneira positiva as espetaculares cenas de ação do filme.

Snyder e Goyer acertam também na estrutura escolhida para contar a origem do herói. Ainda que o constante uso de flashbacks quebre a linearidade esperada de um filme de apresentações, serve como uma eficiente forma de narrar o desenvolvimento de Clark sem se limitar a refazer o original de 1978 (como foi o grande problema de O Espetacular Homem-Aranha, prejudicado pelas gritantes semelhanças com a trilogia de Sam Raimi) e ao posicionar cada volta no tempo em pontos-chave da narrativa. Merece aplausos o trabalho do montador David Brenner, que proporciona ritmo ao filme e elabora transições de cena criativas que até servem para criar humor: o momento em que os militares avistam as naves alienígenas com seus satélites é logo seguido por um painel que traz um ameaçador alerta de “Emergência”, apenas para revelar-se uma inofensiva impressora pedindo por cartuchos de tinta.

O que nos leva ao protagonista Henry Cavill. Mais conhecido por sua participação na série de TV The Tudors, o ator inglês faz um ótimo trabalho ao criar um Superman “em fase de gestação”, cheio de dúvidas e ainda longe de tornar-se a figura bondosa e politicamente incorreta pelo qual é conhecido (aqui, Clark até usa suas habilidades para vingar-se de um estranho) e por carecer de um senso de responsabilidade por suas ações; já que praticamente destrói toda a cidade em suas batalhas épicas. Vale apontar também a competência de Russell Crowe e Kevin Costner no papel das figuras paternas de Clark e como Amy Adams e Diane Lane criam mulheres fortes (ainda que a performance de Adams já fosse o bastante, tornando desnecessário que a jornalista pegasse em armas) e protetoras. Para fechar, Michael Shannon faz um vilão memorável ao acrescentar motivos reais para as ações de seu Zod; mesmo que seu plano seja uma cópia descarada do de Sentinel Prime em – sim, que vergonha – Transformers: O Lado Oculto da Lua.

O Homem de Aço oferece uma interessante reinvenção para o Superman. Não chega à altura do trabalho realizado por Christopher Nolan em sua trilogia do Cavaleiro das Trevas, mas representa um grande passo da DC Comics nos cinemas e reacende a franquia de um personagem que simplesmente não pode cair no esquecimento. Que venha mais!

Obs: Fãs hardcore da DC, atenção: há diversos easter eggs ao longo da projeção, seja de um certo vilão careca ou de uma tal de empresas Wayne.

Obs II: O 3D convertido do filme não cheira nem fede.

Obs III: Esta crítica foi publicada após a pré-estreia do filme, em 28 de Junho.

Leia esta crítica em inglês.