Arquivo para zach galifianakis

Primeiro trailer de BIRDMAN

Posted in Trailers with tags , , , , , , , , , , , on 12 de junho de 2014 by Lucas Nascimento

birdman_poster1-620x349

Hoje é dia de Copa do Mundo, mas as notícias não param! Acaba de ser divulgado o primeiro trailer de Birdman, comédia de humor negro de Alejandro González Iñárritu que traz Michael Keaton como um ator famoso por interpretar um icônico super-herói – e sua tentativa de recuperar o prestígio perdido. Muito irônico que Keaton já tenha tido uma fase similar, e também pela performance de um certo Morcego…

Enfim, confira o ótimo trailer:

O elenco ainda traz Emma Stone, Edward Norton, Naomi Watts e Zach Galifianakis

Birdman estreia nos EUA em 17 de Outubro. Sem previsão por aqui.

 

 

Anúncios

Novo trailer de SE BEBER, NÃO CASE! PARTE III enfim revela a trama

Posted in Trailers with tags , , , , , , on 11 de abril de 2013 by Lucas Nascimento

hangover3_02

Acaba de ser divulgado o novo trailer para a conclusão da trilogia Se Beber, Não Case! e enfim temos uma ideia do que esperar do filme. Não há casamentos ou ressacas, mas sim o “bando de lobos” transportando o barbudo Alan (Zach Galifianakis) para uma casa de repouso após a morte de seu pai. No caminho, o mafioso vivido por John Goodman os aborda e os obriga a encontrarem o foragido sr. Chau, busca que os levará para Tijuana e de volta à Las Vegas.

É bom ver que o longa não será uma repetição do original (como foi a Parte II), mas parece-me uma péssima ideia. Não vi graça em nenhuma das piadas deste novo trailer (que exagero aquele Alan chorando…) e não há motivo para este filme existir. Enfim, posso estar errado e me surprender, quem sabe. Confira:

Músicas no trailer: “Apple Tree” e “Joker and the Thief” do Wolfmother

Se Beber, Não Case! Parte III estreia no Brasil em 31 de Maio.

| Se Beber, Não Case! Parte II | Um remake internacional

Posted in Cinema, Comédia, Críticas de 2011 with tags , , , , , , , , , , , , , , , on 29 de maio de 2011 by Lucas Nascimento


Dejà vu: O “Bando de Lobos” e o Sr. Chow em mais confusões desmemorizadas

Em certo ponto do filme (aliás, vários), um dos personagens melancolicamente pronuncia: “Não acredito que está acontecendo de novo”. Sinceramente, quando fiquei sabendo de que seria feita a sequência para a brilhante comédia de 2009, não esperava que tudo acontecesse de novo e sim uma estrutura narrativa diferente.

O filme traz de volta os amigos Phill (Bradley Cooper), Stu (Ed Helms), Alan (Zach Galifianakis) e Doug (Justin Bartha), que agora viajam para a Tailândia, onde o dentista Stu vai se casar com a bela Lauren (Jamie Chung). No entanto, as coisas dão errado durante a despedida de solteiro e o irmão da noiva agora é o desaparecido da vez. Os três tentam relembrar o que fizeram na noite passada, dessa vez na exótica Bangcoc.

Pois é, exatamente igual ao primeiro não? Troque Las Vegas por Bangcoc e você tem Se Beber, Não Case! Parte II, que repete a mesma fórmula e estrutura do original. Há o prólogo da ligação desesperada (que eu acho brilhante em ambos os filmes), os créditos de abertura, flashback para os planos de casamento, bebedeira, acordando de uma ressaca sem memória alguma em um quarto destruído… Faltou originalidade dos roteiristas, que apostam grande parte de seu humor em piadas preconceituosas, apelativas e… macacos. Eu não sei quanto a vocês, mas não vejo a menor graça em um macaco traficante que é viciado em cigarros.

O diretor Todd Phillips até repete alguns ângulos e enquadramentos do primeiro filme (como a sequência do elevador e o plano final das fotos), provavelmente tentando “homenagear” o primeiro filme, mas acaba transformando-se em uma espécie de remake internacional. No entanto, a fotografia acerta em retratar Bangcoc como um lugar perigoso e mortal, usando-se de cores acizentadas e luzes fortes, o que contribui para a sensação de perigo.


Ah sim, temos fotos ainda mais constrangedoras do que as do primeiro filme

O elenco (ou parte dele) pelo menos continua com seu charme. Zach Galifianakis ainda é divertidíssimo com seu barbudo Alan, agora mais infantil do que nunca (a cena do choro é ótima). Já Ed Helms, entrega seu Stu ao caricato e gritos afeminados, exagerando nas caretas e agindo de modo simplesmente estúpido (mas a tatuagem foi uma boa ideia). Bradley Cooper continua o estilo sossegado e Justin Bartha tem tanto destaque aqui quanto no primeiro filme. E claro, temos Ken Jeong como o impagável Sr. Chow, agora ajudando o “bando de lobos”.

Mesmo com essa quantidade enorme de defeitos, confesso que não foi uma viagem ruim. Um dos elementos do primeiro filme que, felizmente, está de volta é a sensação de perigo. Tirando todas as piadas, tanto o primeiro Se Beber, Não Case! quanto a continuação resultariam em um eficiente thriller e em Bangcoc o perigo é muito maior; senti verdadeiro remorso de algumas situações enfrentadas pelos personagens (a pior delas envolvendo um travesti) e esse talvez seja o grande trunfo da continuação: o medo e preocupação do espectador pelo grupo.

Se Beber, Não Case! Parte II repete exatamente a mesma estrutura do original, apostando em piadas pouco inspiradas e crueis, perdendo o elemento de surpresa presente no primeiro filme. Mas Phillips aumenta o perigo da trama e Zach Galifianakis continua afiado na arte da fazer rir. Só por isso já vale a visita, mesmo que você já saiba o filme inteiro.

| Um Parto de Viagem | Ressaca de Todd Phillips

Posted in Comédia, Críticas de 2011, DVD with tags , , , , , , , , , , on 20 de março de 2011 by Lucas Nascimento


Robert Downey Jr e Zach Galifianakis acidentados

Depois do sucesso estrondoso de Se Beber, Não Case!, o diretor Todd Phillips mostra que está na “ressaca” com este Um Parto de Viagem – tradução ridícula para “Due Date”. Reunindo-se com o hilário barbudo Zach Galifianakis e chamando Robert Downey Jr. para a festa, o resultado é mediano.

O filme, escrito a quatro mãos, centra-se no estressado Peter e sua urgência para sair de Atlanta e chegar em Los Angeles, a tempo de ver o nascimento de seu filho. Com problemas no aeroporto, ele se vê obrigado a pegar carona com o excêntrico aspirante a ator Ethan.

Uma premissa típica de um road movie, bem preguiçosa diga-se de passagem, já que toda e qualquer situação importante e engraçada se dá por eventos que acontecem durante a viagem, não precisando ser coerentes com a trama. Os quatro roteiristas até tentam dar certo sentido a essas situações, acertando em alguns momentos (um incidente com masturbação que dispensa comentários), mas fugindo completamente da proposta em outros (México?).

Há também a pior coisa que pode acontecer em uma comédia: piadas sem graça. O texto erra muito em tentar criar diálogos engraçados e acaba apelando para o humor físico quando falha – sempre um mau sinal – e, inexplicavelmente, dosando-os com momentos dramáticos que apresentam pouquíssima relevância.

Felizmente, a dupla principal acerta em tudo. Zach Galifianakis mantém o mesmo estilo maluco de seu Alan (Se Beber, Não Case!), mas acrescenta mais vaidade ao seu personagem – reparem como ele anda como se desfilasse – e diverte. Robert Downey Jr continua em sua “era de ouro”, fazendo bom trabalho nos surtos nervosos de Peter.

Com uma ou duas boas surpresas – a melhor delas envolvendo o seriado Two and a Half Men -, Um Parto de Viagem é um retrocesso se comparado ao filme anterior de Todd Phillips, mas acerta na química do elenco. Que ele se supere em Se Beber, Não Case 2.

Esta semana nos cinemas… (05/11)

Posted in Esta Semana nos cinemas with tags , , , , , , , , on 4 de novembro de 2010 by Lucas Nascimento

Confira abaixo as principais estreias nos principais cinemas do Brasil:

Jogos Mortais – O Final

Here we go again, mais uma franquia que precisa acabar; a única coisa que presta são os estilosos pôsteres. Na “trama”, Jigsaw prepara mais armadilhas para um bando de coitados, incluindo o vocalista do Linkin Park. Censura: 18 anos

Scott Pilgrim contra o Mundo

Você aí, lendo este blog neste momento, por favor: assista este filme. Na trama, Scott Pilgrim apaixona-se pela misteriosa Ramona Flowers, mas para ficar com ela, deverá derrotar seus 7 Ex-Namorados do Mal. O quadrinho é soberbo, não perco o filme em hipótese alguma. Censura: 12 anos

Um Parto de Viagem

A premissa é boa! O barbudo Zach Galifianakis e Robert Downey Jr em um filme de Todd Phillips (diretor de Se Beber, Não Case!). Na trama, um estressado empresário precisa pegar carona com um sujeito excêntrico, para chegar a tempo de ver seu filho nascer. Censura: 14 anos

Bem, essas são suas opções; Escolha bem e tenha uma ótima sessão!